10/08/2020 18:24

Ao lado de Dr. Bandeira, secretário Geraldo Resende visitou bloco pediátrico no HRA em Amambai e destacou interiorização da saúde em MS

O Secretário de Estado também falou, entre outros temas, das ações para o enfrentamento a Covid-19, a estruturação da saúde em MS e a prevenção ao novo coronavírus nas aldeias. ASSISTA entrevista coletiva n os vídeos abaixo.

Is allowance instantly strangers applauded
O deputado federal licenciado e secretário de Estado da Saúde em MS, Geraldo Resende, durante entrevista coletiva ao lado do prefeito Dr. Bandeira e autoridades locais, em Amambai. (Fotos e vídeos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

 O secretário de Estado da Saúde em Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, acompanhado pelo prefeito do município, o médico ortopedista, Dr. Edinaldo Bandeira, pelo vice-prefeito, Valter Brito, vereadores e integrantes da direção da unidade de saúde, realizou uma visita técnica, na tarde dessa sexta-feira, 7 de agosto, às instalações da nova ala pediátrica e conheceu de perto o trabalho realizado e as demandas do Hospital Regional (HRA), em Amambai.

Geraldo Resende e Dr. Edinaldo Bandeira durante vistoria no Hospital Regional em Amambai. Parceria entre prefeitura, Governo do Estado e Geraldo Resende, quando no cargo de deputado federal em Brasília, possibilitou o emprego de elevados recursos em obras de ampliação e restruturação da unidade de saúde que é referência regional. Dr. Bandeira aproveitou a visita do secretário de Estado para reivindicar mais recursos para investimentos no HRA. 

A unidade de saúde, que vem se tornando cada vez mais referência em atendimento, inclusive na saúde especializada, para toda a região, recebeu e ainda passa por várias melhorias nas instalações físicas, fruto de parceria dos governos, municipal e estadual e do governo federal por meio de recursos destinados por Geraldo Resende quando ocupava o cargo de deputado federal, em Brasília.

Em entrevista coletiva, Geraldo Resende, que é médico obstetra e deputado federal licenciado, destacou a regionalização da saúde promovida pelo Governo do Estado, que segundo ele, tem oferecido resposta mais rápida e eficaz no que diz respeito a saúde especializada em Mato Grosso do Sul.

Ele falou também sobre o legado estrutural que a saúde de Mato Grosso do Sul, sobretudo o interior do Estado terá no período pós-pandemia.

Ações de prevenção a Covid-19

Durante a visita a Amambai Geraldo Resende também destacou, durante entrevista coletiva à imprensa local, as medidas que o Governo do Estado adotou para o enfrentamento a Covid-19.

O secretário de Estado falou sobre a integração com o governo federal para as ações de prevenção, destacou os investimentos no setor de estrutura hospitalar, inclusive com ampla ampliação de leitos de UTI e sobre testes para detecção da Covid-19, bem como a agilização para divulgar, o mais rápido possível, os resultados dos exames.

Atendimento as comunidades indígenas

Geraldo Resende também falou da preocupação da SES (Secretaria de Estado da Saúde) em relação a prevenção da Covid-19 nas aldeias e destacou que em Mato Grosso do Sul o Governo do Estado.

Segundo Geraldo Resende em Mato Grosso do Sul o Governo do Estado não se apega ao fato de as comunidades indígenas serem obrigação o governo federal e age para garantir atendimento, inclusive com programa exclusivo, o “Sentinela”, que tem por foco monitorar casos suspeitos e impedir a disseminação do novo coronavírus nas aldeias.

Acompanharam a visita do secretário de Estado da Saúde de MS, Geraldo Resende e do prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira, ao Hospital Regional de Amambai na tarde dessa sexta-feira, os vereadores, Darci José da Silva e Ilzo Victor Arce, ambos técnicos em enfermagem que atuam profissionalmente na unidade de saúde, a vice-presidente da Casa e líder do PSDB na Câmara Municipal de Amambai, vereadora Janete Córdoba, o vereador Roberto Peres, a secretária municipal de saúde em Amambai, Dirlene Zanetti e o médico oncologista e coordenador médico do CEC (Comitê para o Enfrentamento ao Coronavírus) em Amambai, Dr. Jeferson Baggio, além do Leonildo Acosta Martins, o “Léo”, vai coordenar do polo regional da SESAI (Secretaria Especial da Saúde Indígena), com sede em Amambai.

A comitiva, que durante a visita a unidade de saúde primou pelas medidas de prevenção a Covid-19, foi recepcionada pelo diretor administrativo do HRA, Paulo Sérgio Catto e pelo presidente da AAA (Associação Amigos de Amambai), entidade mantenedora do Hospital Regional de Amambai, Alcides Charão Mariano.

 

Fonte: A Gazetanews