06/07/2020 06:35

Amambai recebeu 10 resultados de exames nesse domingo, mas não registrou novos casos de Covid-19

De acordo com o prefeito, Dr. Bandeira, nessa semana entram em operações barreiras sanitárias e uma Central de Triagem para pessoas com sintomas gripais.

Is allowance instantly strangers applauded
O prefeito, Dr. Bandeira, durante Live informativa sobre os números da Covid-19 em Amambai. Município permanece com 24 casos positivos da doença desde o início da pandemia. (Foto: A Gazetanews)

Vilson Nascimento

O município de Amambai recebeu nesse domingo, 5 de julho, 10 resultados de testes de Covid-19 realizados pelo Lacen-MS e todos deram negativos para a doença, segundo o prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira.

De acordo com o prefeito, no decorrer desse domingo não foram realizadas novas coletas de casos suspeitos da doença, mas a Vigilância Epidemiológica do município ainda aguarda resultados de testes de outros 38 casos suspeitos que permanecem na fila de exames do Lacen-MS.

Atualmente, segundo o prefeito, Amambai tem registrados 24 casos positivos do novo coronavírus. 13 pacientes já estão curados da doença e 2 pessoas vieram a óbito em decorrência do vírus.

Segundo o prefeito, nesta semana entram em operação as barreiras sanitárias nas saídas para as cidades de Tacuru, Ponta Porã e Caarapó e também nesta semana será colocado em funcionamento no município, um centro de triagem para atendimento exclusivo de pessoas com sintomas gripais.

Aleta para a prevenção

Com a rápida disseminação do novo coronavírus em todo o Estado e o aumento dos casos na cidade, o prefeito, Dr. Bandeira, faz um alerta a toda a população de Amambai para a necessidade de cumprir à risca as medidas preventivas em relação a doença.

O prefeito aleta a população em geral para a necessidade de manter o distanciamento social, evitando aglomerações, fazer o uso da máscara, que por decreto passou a ser obrigatório em Amambai e também chama a atenção para a higienização como lavar frequentemente as mãos e fazer a utilização do álcool 70% como forma de evitar o contágio pela Covid-19.

Fonte: A Gazetanews