02/07/2020 19:29

Amambai realizou nessa quinta-feira, 12 swab e 2 testes rápidos de casos suspeitos de Covid-19

Há dois dias o município não recebe resultados de testes do Lacen-MS, fator que prejudica a estratégia de prevenção e contenção da doença.

Is allowance instantly strangers applauded

Vilson Nascimento

O setor de saúde do município realizou nessa quinta-feira, 2 de julho, 12 coletas de material de pessoa com suspeita da doença para a realização de testes laboratoriais e fez 2 testes rápidos para Covid-19.

Segundo o prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira, que é médico, das 12 swab, 8 foram realizadas na comunidade pela Equipe Sentinela e 4 foram realizadas na cidade, tendo como público-alvo pessoas com sintomas gripais que sugerem um possível contágio pelo novo coronavírus.

Em relação aos testes rápidos, que só são realizados quando o paciente apresenta situação que preencha protocolo do Ministério da Saúde, como ter mantido contato com pessoas infectadas e apresentar sintomas, por exemplo, os dois realizados nessa quinta-feira deram negativos, segundo Dr. Bandeira.

Há 48 horas sem novos resultados

O aumento expressivo de casos da doença em todo o Estado fez sobrecarregar o Lacen-MS. Com isso os resultados dos testes de Covid-19 estão demorando para serem divulgados.

Amambai, que tinha pelo menos 42 casos suspeitos de coronavírus aguardando exame no Lacen-MS, com mais as 12 coletas realizadas nessa quinta-feira (2) passou para 54 casos a espera de teste de laboratório.

Há 48 horas, ou seja, há dois dias o município não recebe resultados de novos testes. Isso gera preocupação nas autoridades de saúde, já que, quanto mais tardio se descobre caso positivado, mais tarde também são adotadas as medidas de prevenção à disseminação da doença, como o isolamento da pessoa infectada, bem como a identificação e colocação em situação de quarentena protocolar das pessoas que mantiveram contato com a pessoa contaminada.

Sem novos resultados, Amambai se mantém com 23 casos registrados como positivos da Covid-19 desde o início da pandemia até agora. Parte desses pacientes já estão curados e 2 vieram a óbito.

Segundo a Vigilância Epidemiológica do município, pacientes diagnosticados com o novo coronavírus cumpre isolamento de 14 dias e pessoas que mantiveram contato com infectados são submetidos a uma quarentena de 7 dias, como determina o Ministério da Saúde.

Aleta para a prevenção

Com a rápida disseminação do novo coronavírus em todo o Estado e o aumento dos casos na cidade, o prefeito, Dr. Bandeira, faz um alerta a toda a população de Amambai para a necessidade de cumprir à risca as medidas preventivas em relação a doença.

O prefeito aleta a população em geral para a necessidade de manter o distanciamento social, evitando aglomerações, fazer o uso da máscara, que por decreto passou a ser obrigatório em Amambai e também chama a atenção para a higienização como lavar frequentemente as mãos e fazer a utilização do álcool 70% como forma de evitar o contágio pela Covid-19.

Números do Estado e do País

Nessa quinta-feira (2) Mato Grosso do Sul chegou a marca de mais de 9.100 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e pelo menos 105 pessoas já haviam morrido em decorrência da doença.

No Brasil, até o final da tarde eram 1.496.858 casos confirmados de Covid-19 e 61.884 pessoas já haviam perdido a vida por conta da doença.

Fonte: A Gazetanews