10/04/2020 17:32

Covid-19: Após deliberação do CEC, prefeitura baixa novos decretos sobre funcionamentos de igrejas, bares e conveniência, em Amambai

Terminal Rodoviário ficará fechado e transporte coletivo de passageiros também permanecerá suspenso por mais pelo menos 20 dias na cidade.

Vilson Nascimento

Após reunião do CEC (Comitê de Enfrentamento do Coronavírus) realizada na manhã dessa quarta-feira, 8 de abril, a prefeitura baixou dois novos decretos, um que esclarece melhor o horário de funcionamento de bares e conveniências e outro que permite, com restrições, a abertura das igrejas para celebrações religiosas, em Amambai.

Reunião do Comitê de Enfrentamento do Coronavírus na manhã dessa quarta-feira (8), em Amambai. Medidas preventivas tem mantido o município livre do Covid-19. (Foto: Robson Fritzen)

Pelo novo decreto (clique AQUI para ver), bares e conveniências poderão abrir de segunda a sábado até às 18h, porém estão proibidos de abrirem aos domingos.

Já em relação às igrejas, o decreto baixado nessa quarta-feira (8) pelo Executivo Municipal (clique AQUI para ver) permite que sejam realizadas até duas celebrações somente aos domingos, desde que se cumpram as recomendações previstas no decreto e o os horários dos cultos/missa não ultrapassem às 19h30 para não infringir o toque de recolher implantado na cidade, que vai das 20h às 5h da manhã do dia seguinte.

Transporte coletivo

O Terminal Rodoviário Antônio Delgado ficará fechado e o transporte coletivo de passageiros, exceto táxi, deverá permanecer suspenso por mais pelo menos 20 dias, em Amambai.

O Terminal Rodoviário permanecerá fechado e o transporte coletivo de passageiros suspenso por pelo menos mais 20 dias, em Amambai. (Foto: Vilson Nascimento)

De acordo com a procuradoria jurídica do município, o decreto em vigor que regulamenta estes dois setores vai até este domingo, dia 12 de abril, mas o CEC decidiu em reunião, prorrogar esse prazo em mais 15 dias, a contar a partir do dia 12.

Desde o dia 23 de março Amambai passou a adotar várias restrições para evitar aglomerações de pessoas e manter o distanciamento social, medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde e especialistas dos setores sanitários para afastar o risco de contágio e proliferação o Covi-19 (coronavírus).

Desde que casos da doença começaram a surgir em Mato Grosso do Sul, Amambai teve cinco casos suspeitos para coronavírus, mas após análises laboratoriais, todos deram negativos.

Em Mato Grosso do Sul, segundo boletim epidemiológico divulgado nessa quarta-feira (8) pela Secretaria de Estado de Saúde, são 85 casos positivos de coronavírus, com duas mortes confirmadas por conta da doença. No dia 1 de deste mês de abril eram 51 casos positivos para Covid-19 no Estado com uma morte de paciente em decorrência da doença.

Em todo o Brasil, segundo divulgou o Ministério da Saúde nessa quarta (8), são 15.927 infectados pelo novo coronavírus e 800 pessoas já perderam a vida em decorrência da doença.

Fonte: A Gazetanews