08/03/2019 21:13

Indígenas protestam contra municipalização da saúde em Amambai

Para a comunidade guarani-kaiowá a municipalização vai representar um retrocesso no atendimento às aldeias.

Is allowance instantly strangers applauded
Para as comunidades indígenas a musicalização da saúde vai representar um retrocesso no que diz respeito ao atendimento a população das aldeias. (Fotos e vídeo: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

A comunidade guarani-kaiowá protestou, nessa sexta-feira, 8 de março, em Amambai, contra a proposta do ministro da saúde brasileiro, Luiz Henrique Mandetta de municipalizar a saúde indígena.

Durante a manifestação, que aconteceu às margens da Rodovia MS-386 que liga Amambai a Ponta Porã, trecho que corta a aldeia Amambai, lideranças e membros da comunidade indígena, munidos com cartazes, pediram a permanência da saúde indígena sob os cuidados do Governo Federal, hoje representado pela Sesai (Secretaria Especial da Saúde Indígena).

Na reportagem em vídeo abaixo produzida pelo grupo A Gazeta mais detalhes sobre a manifestação e entrevistas com o presidente do Conselho Local de Saúde Indígena, Edimilson Martins e com o professor e vereador indígena em Amambai, Ismael Morel.

     Veja no vídeo a reportagem completa sobre a manifestação e entrevistas

Fonte: A Gazeta News