04/07/2022 14:04

Para produzir mais, China entra de vez na soja transgênica

“Se a soja GM for plantada, o rendimento da oleaginosa aumentará", acreditam

Is allowance instantly strangers applauded

Sofrendo com escassez de oferta mundial de grãos, quebras nas cadeias de suprimentos e problemas climáticos, a China decidiu “abraçar” de vez a soja transgênica para aumentar sua produção interna. Para isso, um passo importante foi dado pelo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais da China, que divulgou o seu “Padrão Nacional de Certificação de Variedades de Soja GM (Teste)” no último mês de junho, visando agilizar a liberação de novas tecnologias geneticamente modificadas.

De acordo com o portal chinês AgroPages, especializado em insumos e biotecnologia, esse documento determina os exames técnicos e serve como uma medida detalhada de certificação de variedades. As novas medidas e padrões para a aprovação comercial de sementes GM são projetadas para entrar em vigor, efetivamente, em 2023.

“Se a soja GM for plantada, o rendimento da oleaginosa aumentará. Os dados mostram que o rendimento unitário da soja dos EUA em 2021 foi de 461 kg/mu (1 mu = 1/15 hectare), o que é aproximadamente 100 kg/mu maior que o da soja no nordeste da China e 40-60 kg/mu maior do que a soja no sul da China. Além disso, o rendimento unitário da soja americana está aumentando ano a ano. De 1993 até o presente, a taxa de crescimento anual composta do rendimento unitário foi de 1,639%. Portanto, se a soja GM for plantada, a produção total de soja aumentará”, afirma o AgroPages.

De acordo com os chineses, a soja GM tem uma “vantagem óbvia no consumo”. Desde 2015, a prensagem de soja na China se estabilizou em um volume acima de 80 milhões de toneladas. Mesmo no pior ano de 2019, o ano da grave peste suína africana, o volume de prensagem de soja da China ficou acima de 80 milhões de toneladas, revelando a forte demanda da China por soja. 

De acordo com os dados da Mysteel Agricultural Products Team, o volume de prensagem de soja da China foi de 75,5025 milhões de toneladas em 2015, 81,3925 milhões de toneladas em 2016, 88,1173 milhões de toneladas em 2017, 86,1218 milhões de toneladas em 2018, 81,7107 milhões de toneladas em 2019, 92,2988 milhões de toneladas em 2020 e cerca de 90,10 milhões de toneladas em 2021. 

“Há uma grande demanda por soja transgênica na China. O incentivo ao plantio de soja transgênica facilitará o aumento da produtividade da soja e, ao mesmo tempo, a lucratividade do produtor. Por exemplo, se a promoção de sementes de soja GM acelerar, a proporção de plantio de soja e milho pode ser redistribuída”, aponta o AgroPages.

“Quanto à intenção dos agricultores do sul da China de cultivar soja transgênica, cerca de 60% estão dispostos a plantar; 15% não assumem nenhum cargo; cerca de 25% não estão dispostos a plantar. Em geral, os agricultores do sul da China têm uma atitude aberta em relação ao plantio de soja transgênica”, concluem.

Fonte: Agrolink