01/07/2022 06:20

Mercado de milho mais um dia sem novidades

No Paraná o melhor comprador foi o porto, a R$ 93/saca, com indústrias recebendo contratos

Is allowance instantly strangers applauded

O mercado do milho do estado do Rio Grande do Sul teve um dia “mais do mesmo”, sem nenhuma novidade, segundo informações da TF Agroeconômica. “Indústrias 100% focadas em receber aquilo que tinham de contratos futuros da segunda safra, nem sequer indicando preços para mercado disponível. As ofertas no mercado local, diferido, estão em R$ 93,00 a R$ 95,00 FOB interior. Os preços de balcão, em Panambi, mantiveram-se em R$ 82,00 ao produtor”, comenta.

Em Santa Catarina continuam as compras no Paraguai, que está mais competitivo e chegada de contratos. “O mercado continua grande movimentação. Com as novas quedas de Chicago e do dólar, os compradores baixaram ainda mais os preços e os vendedores locais se ausentaram. Houve algumas compras de milho do Centro-Oeste, especialmente Mato Grosso do Sul e Goiás e no Paraguai. No porto de São Francisco do Sul compradores recuaram mais R$ 2,00/saca para R$ 88,00 e, em Imbituba, ao redor de R$ 92-93,00. Mas, os vendedores não se mexeram. Continuam pensando nos mesmos níveis de antes, próximos a R$ 98,00 FOB e nada acontece”, completa.

No Paraná o melhor comprador foi o porto, a R$ 93/saca, com indústrias recebendo contratos. “Melhor comprador foi o porto: em São Francisco do Sul-SC havia compradores a R$ 92,00/saca e em Paranaguá a R$ 93,00/saca. Vendedores baixaram a pedida nos preços do interior, mas, compradores fizeram a mesma coisa. Então houve uma alteração pra baixo mas em um mercado somente nominal. De um modo geral os preços de vendedores e compradores ficaram nas faixas de: em Ponta Grossa R$ 90,00 x R$ 88,00. Guarapuava, R$ 90 x R$ 87; oeste Cascavel R$ 88 x R$ 86; Campo Mourão R$ 85 x R$ 84. Os compradores estão focados em receber milho comprado antecipadamente e esta saindo das lavouras”, conclui.

Fonte: Agrolink