14/10/2021 06:18

Soja volta a cair no mercado brasileiro

Os preços caem no Paraná e o mercado seguem sem movimento

Is allowance instantly strangers applauded

O mercado da soja segue sem firmeza no estado do Rio Grande do Sul, com apenas pequenos lotes no horário de abertura sendo negociados, com predominância das fábricas como compradoras, de acordo com informações da TF Agroeconômica. “Preços para entrega outubro e recebimento abril/maio22 bateram R$ 180,00 CIF porto, cerca de R$ 2,50/saca abaixo de segunda-feira. Preços de pedra, por sua vez, valeram R$ 160,00 Panambi, se mantendo. No mercado de lotes, no melhor momento os preços foram os seguintes: R$ 171,00 porto para entrega outubro e pagamento fim de outubro; R$ 166,50 Cruz Alta; R$ 170,00 Passo Fundo; R$ 166,00 Ijuí”, comenta. 

“Nesta  quarta-feira  em Santa Catarina o  mercado  abre  sem  força  após  o  feriado  e  nada  é  negociado.  Os  preços  recuaram consideravelmente  e  foram  a  R$ 168,50  para  pagamento  no  dia  30  de  novembro,  caindo em  novos R$ 4,50/saca desde segunda-feira. Ademais o ritmo segue lento e não há muito a se analisar, a partir de agora, a pergunta que o produtor deveria estar fazendo é: “será que retorno que posso ter por segurar meus volumes é maior do que o gasto de mantê-lo guardado?””, completa. 

Os preços caem no Paraná e o mercado seguem sem movimento. “O  mercado  paranaense  segue  travado  nesta  quarta-feira. Passados os feriados nacionais e internacionais, o mercado não voltou firmemente. No dia  de hoje nada foi  feito  em  negócios  e  os  preços  foram  mantidos. Chicago contou com  baixa de 2,21%  e o dólar contou com  perda  substancial  em  0,51%,  na  maioria  das posições  os  preços  pedidos  são  muito  acima  dos oferecidos no momento, o produtor ainda busca valores acima de R$ 175,00”, indica. 

 

Fonte: Agrolink