08/10/2021 06:46

Soja: Indústrias mais atrativas que tradings no RS

Já no Paraná os preços estão subindo, mas o mercado segue sem reação

Is allowance instantly strangers applauded

O mercado da soja segue sem força no estado do Rio Grande do Sul à espera de um rally americano e encontra as indústrias mais atrativas que as tradings, de acordo com a TF Agroeconômica. “Apenas pequenos lotes no horário de abertura do mercado foram negociados, com predominância das fábricas como compradoras. Preços para entrega outubro e recebimento abril/maio22 bateram R$ 182,50 CIF porto, cerca de R$ 1,00/saca abaixo de ontem”, comenta.

Santa Catarina não tem negócios, enquanto os preços cedem. “Mais uma quinta-feira lenta, os preços começam a ceder e vendedor perde o interesse no mercado. Indicações de compra ocorrendo entre R$ 171,50 e R$ 174,00 para pagamento em 20/12, o produtor, no entanto, não tem qualquer interesse de venda a preços mais baixos do que R$ 175,00 e sendo assim, nada foi negociado hoje”, completa. 

Já no Paraná os preços estão subindo, mas o mercado segue sem reação. “O mercado paranaense segue travado nesta quintafeira, à espera do feriado nacional. No dia de hoje até ocorreu uma pequena venda de futuros a R$ 160,00 posto fábrica, Chicago contou com alta de 0,38% e o dólar também subiu 0,57%, no entanto a reação do mercado brasileiro foi inversa, pois em dias como hoje, com a chegada de relatórios e em aproximação de feriado, os agentes se retiram do mercado, mas é difícil também que alguém venda. neste contexto, então as ofertas permanecem ausentes. As cotações como um todo podem ser vistas na tabela ao lado”, indica. 

No Mato Grosso do Sul os preços permanecem nos níveis anteriores, e o mercado em ritmo de feriado. “Mercado já abre em descanso nessa quinta-feira, com os valores sem mudanças e o interesse inexistente. O movimento tem estado baixo. De qualquer forma e agora com a aproximação do feriado do próximo dia 12 de outubro, não há qualquer pressão para que negócios sejam feitos”, conclui. 

 

Fonte: Agrolink