29/04/2021 06:38

Preços da soja recuam nos estados brasileiros

Segundo a TF, o dia de ontem foi fraco para os negócios em Santa Catarina

O mercado da soja do estado do Rio Grande do Sul negociou cerca de 30.000 toneladas, enquanto os preços caíram R$ 2,50/saca, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Com as quedas do dólar ocorridas no dia de hoje o mercado andou com menor potência, tudo está bastante incerto”, comenta.

“As  variações  de  preço  são  expressivas  e extremamente rápidas, mas existe boa demanda e a soja está saindo, ainda mais com os prêmios negativos, o que significa que os negócios continuaram bons mesmo com preços quase 3% menores”, completa a consultoria, nesta manhã. 

Segundo a TF, o dia de ontem foi fraco para os negócios em Santa Catarina. “Mesmo com  a queda  de preços  a  soja catarinense continua parada.  Nos melhores momentos os preços da  soja  no porto de  São Francisco do Sul  chegavam a R$182,50 com o tomador, mas  acabou o  dia sem negócios sendo feitos, dessa vez não houve interesse de compra na região”, indica.

No Paraná, o mercado recua entre 4 e 5 reais/saca, com dólar e Chicago. “Assim  como  na  maioria  das  regiões,  o  Paraná rapidamente  sentiu  os  efeitos  da  queda  do  dólar  e  os vendedores se retraíram ainda mais. Segundo  contatos  a  soja  valia  em  certos  momentos R$178,00, mas de repente saia a R$183,00 e logo depois voltava para valores abaixo de R$180,00, uma verdadeira gangorra de preços”, informa. 

Já no Mato Grosso do Sul, nada de  negócios, preços em queda. “Os valores da soja para a  Região  de MS retornaram  aos níveis mais baixos do começo do mês, o mercado que já estava  inseguro  acabou  ficando  ainda  mais,  nenhuma venda foi feita, pois os valores caíram em cerca de R$3,00 a  saca  por  todo  o  Estado,  se  não  havia  interesse  no mercado antes, menos ainda agora”, conclui. 

 

Fonte: Agrolink