11/01/2021 06:18

AQUISIÇÃO DE MÁQUINAS: Consórcio é uma boa alternativa?

O total de consorciados que está planejando a aquisição representa 33,3%

Is allowance instantly strangers applauded

O consórcio pode uma ótima alternativa para os agricultores adquirirem os equipamentos, uma vez que as linhas de financiamento estão paradas e também custam mais, segundo afirmou Lorelay Lopes, head de Negócios do UP Consórcios. Nesse cenário, nos últimos cinco anos, o número de participantes do consórcio de máquinas agrícolas aumentou 68,2% no país, segundo levantamento da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC). 

Além disso, o total de consorciados que está planejando a aquisição de máquinas e implementos agrícolas representa 33,3% dos 350,65 mil participantes ativos no consórcio de veículos pesados, na qual a compra de bens vinculados ao agronegócio se insere, sendo que três a cada cinco consorciados (60,4%) são pessoas físicas. De acordo com a Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA/Abimaq), entre janeiro e setembro de 2020, foram vendidas no mercado doméstico cerca de 33 mil máquinas agrícolas e rodoviárias, uma alta de 0,9% em comparação ao mesmo período de 2019. 

“Em outubro, houve uma alta mensal de 9% na produção. O otimismo com o desempenho nas vendas deve continuar em 2021 e a projeção é que o setor cresça, pelo menos, 3% em relação ao ano passado. Ainda segundo a entidade, o setor de máquinas agrícolas cresce no mesmo ritmo da agricultura brasileira”, explica a empresa. 

“Mas algo que pode interferir no mercado são as linhas de financiamento como o Moderfrota, linha de crédito de investimento com recursos do BNDES, que terminaram em dezembro e poderão ser retomadas somente junto ao Plano Safra, em junho ou julho de 2021. Há outras linhas de financiamento no mercado, mas que são mais caras para o produtor rural, segundo a CSMIA”, conclui. 

 

Fonte: Agrolink