24/10/2020 15:32

Amambai encaminha 170 trabalhadores indígenas para raleio da maçã no sul do País

Triagem dos trabalhadores para atuarem em Santa Cataria e no Rio Grande do Sul foi realizado pela Funtrab/Casa do Trabalhador com respaldo da prefeitura através da SEDES.

Is allowance instantly strangers applauded

Vilson Nascimento

O município de Amambai, através da Funtrab-MS e a Casa do Trabalhador, com respaldo da prefeitura local por meio da SEDES (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico) embarca, entre esse sábado (24) e esta segunda-feira, 26 de outubro, 170 trabalhadores indígenas para trabalhar no raleio da maçã na região sul do Brasil.

A triagem e cadastramento dos trabalhadores, oriundos das aldeias, Amambai e Limão Verde, para tralharem nas lavouras frutíferas nos estados de Santa Cataria e Rio Grande do Sul, foi realizado pela equipe da Casa do Trabalhador em Amambai no decorrer dessa semana.

A primeira equipe de 45 trabalhadores indígenas embarcou para a cidade de Vacarias, no Rio Grande do Sul, na manhã desse sábado, dia 24 de outubro.

Os indígenas amambaiense também vão trabalhar no cultivo na maçã nas cidades de Fraiburgo, em Santa Cataria e Muitos Capões, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o órgão, em janeiro de 2021 mais uma remessa de trabalhadores  indígenas de Amambai passarão por triagem junto a Casa do Trabalhador em Amambai para atuarem em lavouras frutíferas no sul do País.

 

Fonte: A Gazetanews