20/10/2020 08:00

Soja: Com a chegada da chuva produtores iniciam o plantio da safra 2020/2021 em Amambai e região

A pressa agora é em plantar a soja o mais rápido possível para não perder o prazo do zoneamento para o plantio do milho safrinha no início do ano que vem.

Is allowance instantly strangers applauded
Com plantio da soja atrasado em mais de 25 dias em virtude da falta de chuva, o produtor rural de Amambai pretende acelerar o plantio para não correr o risco de não realizar a colheita em tempo hábil para o plantio do milho safrinha em 2021. (Foto: Vilson

Vilson Nascimento

Após quase dois meses sem chover em volumes expressivos, as chuvas voltaram a cair com maior intensidade essa semana em Amambai e região.

Entre a terça-feira (13) e a quinta-feira, dia 15 de outubro, choveu mais de 100 milímetros em Amambai.

Esse volume de chuva permitiu que os produtores rurais colocassem as máquinas em campo para o plantio da safra 2020/2021 de soja.

A janela de plantio da oleaginosa na região, estipulada pelo zoneamento agrícola do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) foi aberta no dia20 de setembro e segue até o final do mês de dezembro, mas por conta da falta de chuva, que deixou o solo compactado e também impedia a germinação homogênea da semente, o produtor rural ainda não havia conseguido iniciar o plantio.

Para a cultura da soja esse atraso de cerca de 25 dias no plantio não vai influenciar na produtividade, mas a preocupação, segundo o presidente da Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), André Dobashi é em relação a colheita do grão em tempo hábil para o plantio da cultura de segunda safra, no caso o milho safrinha.

Em Amambai e região o zoneamento agrícola estipula como prazo limite para o plantio do milho safrinha em 2021, o dia 10 de março para quem for plantar a cultura consorciada com a braquiária e o dia 20 de março para quem for plantar a lavoura solteira, ou seja, somente o milho.

Em relação à soja, cultura que a cada ano vem ganhando maior espaço em Amambai, a estimativa é que este ano o município ultrapasse as 100 mil hectares plantadas com a oleaginosa.

 

Fonte: A Gazetanews