19/05/2020 06:44

Arroz deve registrar recorde de produtividade no Brasil

“Nesta semana, os produtores gaúchos chegaram a 920.882 hectares"

A cultura do arroz deve registrar um número recorde relacionado à produtividade na safra de 2019/2020, segundo o mais novo levantamento realizado pela Divisão de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) do Instituto Rio-Grandense do Arroz e divulgado pela Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). A precisão se deve ao fato de que faltam apenas 13.655 hectares para o término da colheita do arroz no Rio Grande do Sul. 

“Nesta semana, os produtores gaúchos chegaram a 920.882 hectares, o que representa 98,50% da área plantada de 934.537 hectares. A produtividade é um dos destaques da safra 2019/20, que atinge agora 8.418 quilos por hectare. Essa safra deve registrar a sua maior produtividade desde 1921, quando o estado começou a coletar os dados das colheitas de arroz”, comenta a SNA, em seu site oficial. 

Nesse cenário, o relatório indicou que a Fronteira Oeste é a mais próxima de terminar, com 99,90% da área prevista colhida e produtividade de 9.259 kg/ha, a maior entre todas as regionais. “A Zona Sul é outra regional de destaque, com 99,60% e produtividade de 8.729 kg/ha. A Campanha vem logo a seguir, com 99,10% da área e 8.302 kg/ha de produtividade”, completa. 

“As demais regionais estão com os seguintes resultados: Planície Costeira Externa tem 98,90% da área colhida e produtividade de 7.372 kg/ha; Planície Costeira Interna com 97,90% e produtividade de 7.713 kg/ha; e região Central com 93,70% da área colhida e produtividade de 7.810 kg/ha. A produção gaúcha deve fechar perto de 7.7 milhões de toneladas. O levantamento da autarquia foi feito com base em informações fornecidas pelos produtores aos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural do Irga até a última quarta-feira (13/5)”, conclui. 

Fonte: Agrolink