16/05/2020 18:53

Lives da Embrapa abordam Pasto sobre Pasto e melhoramento genético bovino

Dois temas importantes para os pecuaristas brasileiros estarão em pauta através de duas lives realizadas na página da Embrapa

Dois temas importantes para os pecuaristas brasileiros estarão em pauta através de duas lives realizadas na página da Embrapa no YouTube: “Pasto sobre Pasto – estratégias de manejo para uso de mesclas forrageiras visando melhor distribuição de forragem” e “Uso da genômica no melhoramento de gado de corte”. As lives ocorrem nos dias 19 e 26 de maio, respectivamente, às 19h. 

A primeira live será feita pelos pesquisadores Danilo Sant’Anna e Márcia Silveira, ambos da Embrapa Pecuária Sul, que apresentarão o tema Pasto sobre Pasto. O conceito une uma série de práticas de manejo que possibilitam o uso de mais de uma espécie forrageira na mesma área e ao mesmo tempo. Tem como objetivo, além de ofertar alimentação balanceada para os rebanhos, manter maior estabilidade da produção de pasto ao longo do ano, minimizando inclusive os períodos de vazios forrageiros. Durante a apresentação, os cientistas abordam temas como planejamento forrageiro para o Sul do Brasil; espécies forrageiras; estratégias de manejo; pilares do Pasto sobre Pasto, benefícios e particularidades; e aplicabilidade do conceito em outras regiões do Brasil.

“Em todo o território nacional, os sistemas de produção animal a pasto estão sob a lógica de buscar intensificar a produção, sendo que esta intensificação precisa ser sustentável e tem de levar em consideração os custos de produção. O contexto é favorável à discussão de possibilidades de uso de espécies forrageiras (gramíneas e leguminosas) associadas a estratégias de manejo de forma a propor sistemas de produção mais diversificados e equilibrados no que se refere à produção de alimento para o gado”, destacou Márcia. 

A segunda live será realizada pelos pesquisadores Fernando Cardoso, da Embrapa Pecuária Sul, e Roberto Torres, da Embrapa Gado de Corte. Os temas abordados serão: o estado da arte mundial quanto ao uso das tecnologias genômicas no melhoramento de gado de corte; os principais resultados/ativos gerados pela Embrapa e parceiros no tema; como está a realidade da adoção da tecnologia no Programas de Melhoramento no Brasil – exemplos de programas parceiros da Embrapa; como os produtores podem ter acesso à tecnologia; e quais serão os benefícios e impactos dessa tecnologia na pecuária nacional.

“Vamos levar informações de como os selecionadores podem aproveitar essa janela de oportunidade em que está se introduzindo a informação genômica nos programas de melhoramento – e isso vai resultar em ganhos genéticos maiores e a possibilidade de selecionar para novas características de alto valor econômico – para sair na frente e gerar diferenciais competitivos para os rebanhos nacionais”, destacou Cardoso.

Fonte: Agrolink