08/02/2020 07:30

Nova edição do boletim Radar Ambiental destaca o “tripé” da produção sustentável

Desenvolvimento econômico, responsabilidade social e gestão ambiental são os pilares que formam o chamado “triple bottom line”, difundido pelo ATeG Soja Plus.

Is allowance instantly strangers applauded

Elaborado pelo Sistema Famasul, o Boletim Radar Ambiental, traz como um dos destaques o programa de Assistência Técnica e Gerencial Soja Plus, que capacita os produtores de grãos na melhoria de suas propriedades rurais. Em vigor em Mato Grosso do Sul desde 2014, a iniciativa visa atender às demandas de mercado por produtos cada vez mais sustentáveis, auxiliando na gestão ambiental, econômica e social.

Segundo a engenheira ambiental e analista técnica da instituição, Ana Beatriz Melo, essa edição do boletim mostra diversas ações adotadas por produtores rurais quanto à sustentabilidade. “Um dos exemplos disso é a ATeG Soja Plus, um dos programas mais consolidados do sistema, que demonstra muito bem essa sustentabilidade na prática”, explica.

A engenheira ambiental também destaca que o programa usa a metodologia do tripé da sustentabilidade. “Ele trabalha a gestão por meio dos três aspectos. Melhora a questão econômica, ambiental e social, auxiliando na questão legislativa, consequentemente desenvolvendo todas as áreas dentro da empresa rural”, finaliza.

Resultados – De 2014 a 2019, o Soja Plus proporcionou diversas melhorias nas propriedades, como maior conservação dos recursos naturais, bem-estar social de trabalhadores, produtores rurais e comunidades locais, além da governança das atividades produtivas.

Foram atendidas 736 propriedades, com total de 1.014 visitas técnicas e abrangência em 57 municípios - 80% dos maiores produtores de soja no estado. A área total assistida foi de 787 mil hectares, com 552 produtores rurais atendidos e 11,5 mil funcionários beneficiados. Mais de 775 pessoas participaram de eventos como cursos, oficinas e palestras.

Por meio da sojicultura, Mato Grosso do Sul foi capaz de gerar mais de 9,3 mil empregos diretos em 2018 e ser responsável por 47% do PIB do estado em 2019.

Para conferir o boletim completo, acesse aqui.

Fonte: Assessoria Famasul