24/09/2019 09:03

Abertura Estadual do Plantio da Soja deixa Caarapó em evidência

Is allowance instantly strangers applauded
Fotos: Raquel Fernandes

No sábado, dia 21, foi lançado oficialmente o plantio estadual da soja safra 2019/2020, no município de Caarapó. O evento integrou a programação da 28ª Expoac e foi realizado pelo Sistema Famasul em parceria com a Aprosoja/MS, Governo do Estado.

De acordo com o prefeito de Caarapó, André Nezzi, é a primeira vez que o município recebe este evento. “Isso vem fortalecer a nossa região, a nossa cidade. O agronegócio é o responsável por mais de 80? nossa geração de emprego. Este evento veio também corar a 28ª Expoac, que teve um público recorde dos últimos 20 anos. Ficamos muito felizes, pois a nossa cidade está em evidência em todo o Mato Grosso do Sul.”, destacou.

De acordo com a Famasul, para o período, a estimativa é que o estado produza 9,68 milhões de toneladas do grão, um incremento de 3,18% em relação ao ciclo anterior. "Mesmo com o atraso das chuvas, temos uma previsão de regularidade a partir da primeira semana de outubro, o que nos possibilita acreditar até em superação da meta. Isso porque o produtor tem feito sua parte, adotando novas tecnologias no campo e gerenciando seu negócio com conhecimento técnico e maturidade", analisou Mauricio Saito, presidente da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), durante solenidade no Parque de Exposições Pedro Pedrossian.

O presidente da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de MS), André Dobashi, afirma que há previsões de instabilidade climática no início da safra, e que o produtor precisa estar atento para garantir bons resultados no campo. "O momento é de cuidado com a falta de chuvas e com as plantas daninhas de resistência. Tenho certeza que, com essa atenção, iremos alcançar bons números de produtividade", espera.

Diante da positiva projeção para a safra, Jaime Verruck, à frente da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), enalteceu o empenho do setor produtivo. “Os produtores do estado investem em tecnologia para produzir mais, com mais qualidade e sustentabilidade. Por outro lado, o poder público vem se articulando para atender às principais demandas do segmento e aquecer nosso agronegócio”, disse.

Estiveram presentes, ainda, o presidente do Sindicato Rural de Caarapó, Carlos Eduardo Macedo Marquez, o Kaká, e também os presidentes Rodrigo Lorenzeti (Amambai), Roseli Ruiz (Antonio João), José Pereira (Jateí), Lúcio Damália (Dourados), Telma Menezes (Nova Alvorada do Sul)  e Dário Antônio Gomes (Fátima do Sul).

Fonte: Grupo A Gazeta (com informações Assessoria Famasul - Anahi Gurgel)