22/05/2019 09:05

Projeto que tramita no Senado busca proteger as abelhas

"A mortandade das abelhas tende a impactar negativamente a produção agrícola"

Um projeto de Lei (PL 1918/2019) que foi apresentado pelo senador Lasier Martins (Pode-RS) e está tramitando no Senado Federal busca garantir a proteção das abelhas em todo o território nacional. De acordo com o senador, essa atitude é uma resposta à preocupação dos cientistas brasileiros com a crescente diminuição das colmeias. 

Isso porque, mais de 500 milhões de abelhas foram encontradas mortas por apicultores no Brasil nos últimos três meses, sendo que desse total 400 milhões foram no Rio Grande do Sul. “A proposta, além de determinar estímulos à pesquisa, obriga a inserção de ações de proteção desses polinizadores na Política Nacional do Meio Ambiente, na Lei de Agrotóxicos, no Novo Código Florestal e na Lei de Biodiversidade”, diz o site oficial do senador. 

“A situação é preocupante. A mortandade das abelhas tende a impactar negativamente a produção agrícola, sobretudo no do Rio Grande do Sul”, observa Lasier. “Só no município gaúcho de Cruz Alta, mais de 20? todas as colmeias foram perdidas apenas entre dezembro de 2018 e fevereiro de 2019”, acrescenta. 

O PL 1918/2019 prevê ainda que propagandas comerciais de agrotóxicos alertem sobre as consequências do produto para essas espécies “e que o receituário de venda desses pesticidas contenha as devidas instruções de uso, de forma a garantir maior proteção desses insetos. A eliminação desses polinizadores, de maneira indiscriminada, está associada ao desmatamento, uso indevido de agrotóxicos e poluição”, finaliza o portal oficial. 

Fonte: Agrolink