08/04/2021 14:37

Prefeitura de Caarapó ganha caminhão de coleta de lixo

Is allowance instantly strangers applauded
Autoridades no ato de entrega do caminhão de coleta de lixo

A prefeitura de Caarapó acaba de ser presenteada com um caminhão destinado aos serviços de coleta de lixo no município. O equipamento foi entregue na manhã desta quinta-feira (8) por representantes da Usina Raízen, que tem unidade industrial no município, e resulta de cumprimento de compromisso decorrente de Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público Estadual.

O veículo é um caminhão Volkswagen 11.180 DRC 4x2, equipado com caçamba coletora/compactadora de lixo Modelo Ipanema 6, incorporado à frota de veículos da prefeitura a partir de hoje.

“Esse caminhão será de grande utilidade para a prefeitura, pois vai melhorar os serviços de coleta de resíduos no âmbito do município”, disse o prefeito André Nezzi, manifestando agradecimentos “ao Ministério Público e à Usina Raízen pela parceria e importante ação na área de meio ambiente”.

Além do prefeito André Nezzi, o ato foi prestigiado pelo promotor de Justiça da 2ª Promotoria da Comarca de Caarapó, Artur Dias Júnior, pelo vice-prefeito Gordo da Tigre, presidente da Câmara local, Odirlei Luiz Longo, o Pipoca, pelos representantes da Usina Raízen Ulisses Vieira (coordenador administrativo), Lorenza Senis (analista de Meio Ambiente) e Soluede Tonon (gerente agrícola) e secretários municipais.

Coleta seletiva

A prefeitura de Caarapó implantou no município a coleta seletiva de lixo, que gera mensalmente o aproveitamento de 60 toneladas de resíduos. O material não reciclável soma 440 toneladas por mês. Atualmente, o serviço de coleta seletiva cobre aproximadamente 50% do território urbano da sede do município, mas o projeto prevê a cobertura de 70% da cidade nos próximos 60 dias, segundo informou o chefe do Departamento Municipal de Meio Ambiente, engenheiro ambiental Gustavo Becker. “A nossa meta é atingir 100% do território urbano de Caarapó e distritos de Cristalina e Nova América até dezembro deste ano”, disse o engenheiro.

O Portal Escola Educação (https://escolaeducacao.com.br/coleta-seletiva/) explica que a coleta seletiva é uma estratégia de coleta de resíduos de acordo com a origem. Dessa forma, o lixo não é todo agrupado, o que sobrecarrega aterros sanitários e impossibilita o reuso e reciclagem.

Anualmente, a população mundial produz 1,4 bilhão de toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU). Esses resíduos são chamados de lixo, sem valor para aqueles que descartam. Na coleta, os RSU são separados de acordo com similaridades de composição por um cidadão, empresa ou instituição.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a inserção da coleta seletiva é obrigação dos municípios. Além disso, as metas de coleta seletiva devem constar no plano de gestão integrada de resíduos sólidos dos municípios.

 

Fonte: Dilermano Alves/Assessoria Prefeitura