12/05/2019 20:31

Chuvas intensas provocam danos em municípios do Cone Sul

Em Sete Quedas força das águas formou cratera em rodovia. Em Tacuru chuvas provocaram isolamento de comunidades rurais.

Is allowance instantly strangers applauded
Em Tacuru o grande volume de água deixou comunidades rurais isoladas, segundo a prefeitura local. A ponte sobre o Rio Puitã, na “Estrada Velha de Paranhos”, desapareceu sob a água. (Fotos: Divulgação)

Vilson Nascimento

Chuvas intensas, que começaram na noite da sexta-feira (10) e se estenderam até pelo menos o final da manhã desse domingo, 12 de maio, provocaram danos nas cidades e na zona rural de do Cone Sul do Estado, em Mato Grosso do Sul.

O volume de chuva de 200 milímetros em menos de 20 horas provocou a abertura de uma cratera na Avenida Dom Pedro II, em Sete Quedas. (Fotos e vídeos: Heverton Almada/Defesa Civil)

Em Sete Quedas o grande volume de água provocou o surgimento de uma enorme cratera na Avenida Dom Pedro II, na região do antigo “Buracão”.

Uma das pistas da avenida já estava interditada por conta de uma erosão que avançava sobre o asfalto, mas agora, com o grande volume de chuva registrado a força da enxurrada acabou agravando mais a situação.

Por conta do risco, a Defesa Civil local optou por interditar também a outra pista da avenida, que a partir de agora esta com o trânsito cem por cento interditado nos dois sentidos, naquela localidade.

No Rio Iguaçuzinho, que liga uma importante região de produção agropecuária do município a Rodovia MS-160 (Sete Quedas a Tacuru) a força das águas danificou a cabeceira da ponte de madeira. 

Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil em Sete Quedas, o engenheiro civil Willan Pavão, como até esse domingo (12) ainda chovia bastante na região, não foi possível levantar outras localidades danificadas pela chuva, mas pela intensidade, que passou de 200 milímetros em menos de 20 horas, acredita-se, segundo ele, que possa sim ter ocorrido danos, principalmente em estradas na zona rural. Segundo Willan esses levantamentos serão realizados no decorrer desta semana.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, em relação à Avenida Dom Pedro II o recurso para a recuperação já está alocado e a licitação para a contenção da erosão e a recuperação, inclusive com restauração da pavimentação asfáltica da localidade, deverá ser aberta no começo desta semana.

Danos em Tacuru

Em Tacuru, município vizinho a Sete Quedas, a chuva também foi bastante intensa e chegou a deixar comunidades rurais isoladas, segundo a prefeitura local.

Em contato com a reportagem do grupo A Gazeta na tarde desse domingo, 12 de maio, o prefeito Carlos Alberto Pelegrini, o “Carlinhos Pelegrini”, informou que, por conta do grande volume de chuva o Rio Puitã transbordou, vindo a encobrir por completo a ponte e parte da estrada na “Estrada Velha de Paranhos”, região do antigo Posto Moreschi, deixando várias propriedades rurais daquela região em situação de isolamento.

De acordo com o prefeito, o grande volume de água também causou grandes danos na estrada de acesso às fazendas Pinheirinho, Cruz Alta e Magdalena, deixando moradores dessas e de várias outras propriedades rurais daquela região isolados.

Em Amambai 

Em Amambai começou a chover no início da tarde do sábado (11) e até a manhã desse domingo, dia 12 de maio, quando a chuva parou, choveu o equivalente a 90 milímetros.

De acordo com o coordenador municipal da Defesa Civil local, o subtenente do Corpo de Bombeiros, Wilson Vicente Ferreira, apesar do volume de água não havia notícias sobre danos provocados pela intempérie. 

Segundo o Clima Tempo a partir desse domingo a temperatura deve cair e a chuva dará uma trégua em Amambai e toda a região pelos próximos dias.

Fonte: A Gazetanews