04/06/2022 18:49

Rose Modesto reúne 3,5 mil pessoas no MS QUE QUEREMOS Campo Grande

Is allowance instantly strangers applauded
Fotos: Assessoria

Por melhor infraestrutura médico-hospitalar, geração de emprego e renda, valorização do servidor público, equiparação salarial dos professores e por um Mato Grosso do Sul mais humanizado e que cuide de gente. Assim foi o MS QUE QUEREMOS Campo Grande onde a pré-candidata ao governo do Estado, deputada Rose Modesto (União) recebeu mais de 3,5 mil pessoas na manhã deste sábado (4) na avenida Gunter Hans 2300, no bairro Guanandi, em Campo Grande.

“Estou muito feliz com essa caminhada que tivemos a participação de todos os setores da sociedade em cada cidade para poder construir o nosso plano de governo. E hoje, aqui, conseguimos reunir as lideranças das 79 cidades. É um sentimento muito forte que estamos no caminho certo para construção desse projeto. Nós só temos uma chance nesse projeto é que a população abrace e é isso que está acontecendo”, explica a pré-candidata Rose Modesto.

Pelo menos 3,5 mil pessoas prestigiaram o MS QUE QUEREMOS Campo Grande

O MS QUE QUEREMOS, projeto que busca conversar com a população para saber quais sãos os principais problemas enfrentados em cada região e com isso montar o plano de governo de Rose Modesto que será entregue em agosto à Justiça Eleitoral, já passou pelas regiões da Grande Dourados, Costa Leste, Pantanal, Conesul, Vale do Ivinhema, Fronteira, Sudoeste, Norte e os principais gargalos dessas regiões foram: infraestrutura e aparelhamento nos hospitais e postos de saúde, geração  de emprego e renda e ações em prol da causa animal, valorização dos profissionais de Educação, concurso público para policiais (Civil e Militar) e bombeiros,  construção de casas populares, saneamento básico, além de melhorias nas rodovias para escoar a produção da agricultura familiar. 

“Nós cruzamos o estado da região Norte, em Sonora, até a região Sul, em Mundo Novo, passando pelo Sudoeste, em Porto Murtinho, e chegando até Paranaíba, na Costa Leste do Estado levando o MS QUE QUEREMOS usando a premissa de ouvir mais para errar menos. Esse foi o intuito do projeto onde escutamos os problemas enfrentados. É ruim falar das suas feridas para alguém que nunca teve é melhor ajoelhar e falar com Deus, mas falar para alguém que já sentiu na pele esse sofrimento a pessoa entende, chora contigo, dá palavras de incentivo, por isso, eu entendo esses problemas vim de família pobre, fui bolsista e só pela Educação consegui vencer na vida e virar professora”, explica Rose Modesto. 

Durante esses três meses do projeto capitaneado por Rose Modesto, que dividiu o tempo com sessões em Brasília, agenda em Campo Grande e MS QUE QUEREMOS no interior do Estado, foram 70 cidades visitadas, percorridos 10.450 quilômetros de carro pelo estado, 13 horas de voos e foram reunidas 8.777 lideranças -gestores, parlamentares, lideranças e agentes públicos. Já em Campo Grande, até ontem (3), foram feitos 24 encontros, nas sete regiões urbanas da Capital, que contou com a presença de 1.207 pessoas que falaram quais são os problemas enfrentados na capital Morena.  

Segundo a presidente do União Brasil MS, senadora Soraya Tronicke, uma pré-campanha e uma campanha é feita com harmonia, união, coração e coragem e o trabalho que a pré-candidata ao governo do Estado Rose Modesto faz tem todos esses ingredientes. “Eu vi hoje aqui nesse evento gente se emocionando, chorando, vi coração, vi abraços e eu tenho certeza que a Rose Modesto será a primeira mulher governadora de Mato Grosso do Sul”, explica Tronicke.

Lideranças dos 79 cidades participaram do MS QUE QUEREMOS Campo Grande.

O MS QUE QUEREMOS Campo Grande contou com a presença dos 58 pré-candidatos a deputados estaduais e federais da chapa proporcional encabeçada por Rose Modesto. Os pré-candidatos são dos partidos União Brasil, Podemos e Avante. Ainda durante o evento, aconteceram apresentações de escola de samba, marchinhas e cantores sertanejos. 

 

Fonte: Assessoria