09/06/2021 08:45

Em live, pioneirismo e parcerias do Coronel David em defesa das mulheres são reconhecidos na segurança pública de Mato Grosso do Sul

Is allowance instantly strangers applauded
Fotos: Assessoria

 A live em alusão à Semana Estadual de Combate ao Feminicídio trilhou um importante debate para melhoria da proteção e defesa da mulher no âmbito de Mato Grosso do Sul. Coordenada pelo pioneiro no assunto, desde quando atuava no comando da Polícia Militar, o deputado estadual Coronel David (sem partido) ao lado da subsecretária de Políticas Públicas para as Mulheres Luciana Azambuja, esteve com figuras importantes que trabalham pela segurança pública do Estado e reconheceram a união de esforços do parlamentar, bem como puderam explanar, estatísticas, conquistas e políticas públicas na luta diária para coibir a violência contra a mulher. 

Na abertura do evento e boas-vindas, o Coronel David destacou que só no ano passado, oito mulheres foram fisicamente agredidas no Brasil por minuto. Quase 17 milhões de brasileiras foram vítimas de violência doméstica neste período de pandemia do coronavírus. Estes dados fazem parte de pesquisa divulgada recentemente pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e apontam que a maioria dessas agressões, quase 49%, ocorreu dentro de casa, neste espaço onde as mulheres deveriam se sentir seguras. 

Luciana Azambuja afirmou que Mato Grosso do Sul é pioneiro na defesa dos direitos das mulheres, no enfrentamento da violência e referência para outros estados. Exemplo disso é a inauguração da primeira Casa da Mulher Brasileira do país, em Campo Grande e a Lei 5.202 que instituiu o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio e a Semana Estadual de Combate ao Feminicídio. 

“São ações de sensibilização e conscientização de toda a sociedade para que a gente tenha uma cultura de não-violência, menos mulheres e meninas mortas pelo simples fato de serem mulheres, mas sabemos que uma lei sozinha não faz efeito nenhum”, afirma. 

Na oportunidade, Luciana elogiou e agradeceu o parlamentar pelo trabalho árduo em prol de cuidar de mulheres vítimas de violência em todo o Mato Grosso do Sul. “Eu agradeço imensamente a parceria desta Casa de Leis, a parceria do Legislativo Estadual, cada um dos 24 deputados, ao presidente deputado Paulo Corrêa e o deputado Coronel David, presidente da Comissão de Segurança Pública que hoje propôs essa live tão importante com todos os órgãos da Segurança Pública do Estado. Isso mostra não só uma ação do Executivo para o Legislativo Estadual, mas sobretudo, o compromisso das pessoas que estão à frente desses desafios tão grandes”. 

A deputada estadual Mara Caseiro, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e Combate à Violência Doméstica e Familiar da Assembleia Legislativa, que participou da reunião, falou sobre o aumento da violência na pandemia, onde mulheres estão sendo violentadas e mortas por seus parceiros e parabenizou o colega parlamentar pela iniciativa da live. “Ainda é longo o caminho para a tão sonhada igualdade, ainda temos que enfrentar essa batalha, parabenizo o Coronel David pelo trabalho realizado, por essa live, e o Governo do Estado por meio desta subsecretaria de mulheres que atua na sociedade”, disse.

União de esforços

Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) Antônio Carlos Videira citou três requisitos indispensáveis para a Segurança Pública: investimento, inteligência e, principalmente, integração. Na ocasião, Videira enalteceu o trabalho realizado pelo deputado no qual possui grande experiência sobre o tema. 

“O deputado Coronel David é um homem experiente com a família dedicada à Segurança Pública e conhece bem a realidade do nosso Estado porque foi comandante-geral da Polícia Militar e traz em sua bagagem todo um histórico assim como seu pai, uma pessoa que fez muito por esse Estado. Parabenizo pela iniciativa”, conta. 

Diretor-geral do Centro Integrado de Operações de Segurança, o delegado Marcos Takeshita falou sobre a operação do Ciops para ocorrências em favor das mulheres e propôs parceria com o Coronel David de conscientização para melhor uso da ferramenta pela sociedade. 

O Comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Marcos Paulo Gimenez falou sobre o Programa Mulher Segura, da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul (Promuse) como uma das conquistas que o Estado possui. 

“Nós precisamos trabalhar na questão de ações em campanhas de divulgação e conscientização e mais uma vez dizer que a PM está presente nos 79 municípios e atendendo de forma eficaz as ocorrências quando acionadas”, disse. 

Comandante-geral do Corpo de Bombeiros, o coronel Hugo Djan Leite, contou que o Corpo de Bombeiros atua em duas frentes, grupo externo e interno e frisou a importância de uma mudança de comportamento de toda a sociedade. 

“Nossa cultura é extremamente machista, preconceituosa, racista, então nós temos que trabalhar dentro do homem para modernizar, acompanhar e entender, porque às vezes até aquelas piadas antigas, que dentro da nossa cultura eram normais, hoje nós percebemos que não podem mais existir, não há mais espaço dentro da sociedade para esse tipo de situação”, frisa. 

Ao lado do comandante, a Tenente-Coronel BM Geísa destacou a importância da atuação perante situações de violência. 

“Quero cumprimentar nosso deputado Coronel David e trazer como nosso Comandante Djan falou da nossa forma de atuação perante a situações de violência contra mulheres. A mulher precisa ter a certeza que no Corpo de Bombeiros tem toda uma rede de apoio que está à disposição dela em qualquer circunstância, assim como diversas instituições que atendem as ocorrências”, destaca. 

A delegada Fernanda Félix, titular da Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) falou da importância de se debater esse tema tão persistente na sociedade e ressaltou o apoio e relevância do trabalho do Coronel David no combate a violência. 

“De fato nós somos realmente a representatividade da união do combate à violência doméstica, porque aqui nós temos as três forças de segurança, nós temos nosso Instituto de Criminalística, temos nosso Secretário de Justiça e Segurança Pública presente e preocupado com o combate e enfrentamento à violência doméstica, e também o Coronel David que acompanha o dia a dia da Delegacia da Mulher, ele que é presente na nossa vida e na vida das mulher que sofrem violência, porque eu sei que elas procuram o deputado pedindo apoio, pedindo ajuda e encontram nele esse suporte”, disse. 

Diretor do Instituto de Criminalística, Emerson Lopes dos Reis enfatizou que todos os peritos têm na sua grade de formação legislações especiais, além da formação técnica e específica na área de perícia no atendimento as vítimas. “Nós do instituto de criminalística  temos participado efetivamente desses protocolos através por exemplo de um grupo de trabalho interinstitucional”, explica. 

Para o deputado, a live demonstra que a Assembleia Legislativa é parceira não só em debates, mas na busca de resoluções de problemas sociais como é o caso da violência doméstica. 

“Essa live vai ajudar bastante na difusão de informações para conscientizar cada vez mais pessoas que esta é uma tarefa não só das autoridades policiais, não só das famílias das pessoas agredidas e mortas em decorrência do feminicídio, é uma luta de todos nós”, finaliza.

Fonte: Assessoria

Fonte: Assessoria do Deputado Coronel David