05/01/2021 20:52

Em sessão sem presença de público prefeito, vice e vereadores tomaram posse em Amambai

Geverson Vicentin assumiu a vaga deixada pelo irmão, que renunciou e Valter Brito e Lígia foram eleitos para presidirem a Câmara Municipal nos biênios, 2021/2022 e 2023/2024.

Is allowance instantly strangers applauded
Momento que o presidente da sessão legislativa, Anílson Prego dava posse ao prefeito reeleito, Dr. Edinaldo Bandeira e ao vice-prefeito, Dr. Rodrigo Selhorst. (Fotos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Em uma sessão atípica, sem a presença de público tendo em vista as medidas de biossegurança em decorrência do agravamento da pandemia de coronavírus no município, prefeito, vice-prefeito e vereadores tomaram posse para o mandato 2021/2024 na tarde dessa sexta-feira, 1º  de janeiro, em Amambai.

Valter Brito vai presidir a Câmara de Amambai durante o biênio 2021/2002.

A sessão de posse dos eleitos e instalação da nova legislatura, que foi presidida pelo vereador de maior idade eleito para a atual legislatura, Anílson de Souza Rodrigues Mansano, o “Anílson Prego”, no ato secretariado pela vereadora eleita Lígia Machado, aconteceu em uma tenda montada no pátio da Prefeitura de Amambai, com a presença apenas das autoridades à serem empossadas, da equipe técnica que produziu a live da posse (clique AQUI para rever), da imprensa e de um bispo representando a comunidade evangélica e um padre, representando a comunidade católica, que levaram mensagem de fé e benção aos eleitos empossados.

A sessão também foi marcada pela leitura da renúncia do vereador eleito, Gilmar Vicentin (PDT), segundo ele por motivos particulares, abrindo a vaga para seu irmão, Geverson Vicentim que já era vereador no município e nas eleições de 2020 havia ficado como primeiro suplemente.

O vereador Geverson Vicentin assumiu o cargo no lugar do irmão, que renunciou.

O presidente da Casa de Leis na sessão, vereador Anílson Prego, deu posse ao prefeito reeleito, o médico ortopedista Dr. Edinaldo Luiz de Melo Bandeira (PSDB) ao vice-prefeito eleito, o advogado, Dr. Rodrigo Selhorst (DEM), aos demais vereadores eleitos e convocou eleição da mesa diretora para a Câmara Municipal de Amambai para o biênio, 2021/2022, onde foi eleita por unanimidade de votos a chapa encabeçada pelo ex-vice-prefeto em Amambai, agora vereador no município, Valter Brito da Silva (DEM).

Após a eleição da nova mesa diretora da Casa, Anílson Prego passou a presidência dos trabalhos ao presidente eleito, Valter Brito da Silva, que procedeu a eleição da mesa diretora para o segundo biênio da atual legislatura, onde foi eleita como presidente da Câmara, também por unanimidade de votos, a ex-secretária de desporto e cultura do município, a profissional de educação física Lígia da Silva Machado, a “Lígia Borges”.

Durante a solenidade de posse dos eleitos para 2021/2024 em Amambai, além das autoridades eclesiásticas, apenas o prefeito, Dr. Bandeira, fez o uso na palavra. 

Em uma breve prestação de contas, ele falou das ações e conquistas de seus primeiro mandato e metas para o mandato que se iniciou nesse 1 de janeiro de 2021.

Segundo Dr. Bandeira, uma das metas é melhorar ainda mais o setor de saúde no município, incluindo, inclusive, no Hospital Regional local uma ala exclusiva para o tratamento de câncer, tendo em vista que atualmente Amambai conta com dois médicos com especialização em oncologia.

Dr. Bandeira, que no começo de sua gestão chegou a ser questionando se, por ser médico, teria capacidade para administrar o município, mencionou que recebeu o governo municipal em 1 de janeiro de 2017 com as contas em dia e R$ 2 milhões em caixa e agora, em 2021, passa para ele próprio com todas as contas pagas, inclusive os salários de dezembro e rescisões de contratos de comissionados pagas e um saldo de R$ 15 milhões disponíveis nos cofres da prefeitura.

O prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira. Ele, que recebeu a prefeitura com R$ 2 milhões em caixa e passa para ele mesmo em 2021 com R$ 15 milhões, tem como mesa para o segundo mandato melhorar a saúde e instituir unidade para tratamento de câncer em Amambai.

“Está aí a resposta para quem duvidava se um médico teria capacidade de administrar um município”, falou o prefeito ao destacar o apoio que recebeu da Câmara Municipal em seu primeiro mandato e a parceria, segundo ele incondicional, do então vice-prefeito e atual presidente da Câmara, vereador Valter Brito da Silva, para governar.

Legislatura 2021/2024

Compõem a legislatura 2021/2024 em Amambai, além do presidente da Câmara, vereador Valter Brito (DEM), o vereador Geverson Vicentin (PDT), Roberto Peres, o “Sangue Bom” (PSDB), Jayson de Souza Moraes, o “Tato” (PT), Lígia da Silva Machado, a “Lígia Borges” (PSDB), Anílson Prego (PSDB), Paulo Sérgio Gomes (PSL), Brasília Neves Farias, a “Cida Farias” (DEM), Rosa Linda Rodrigues, a “Rosa da Saúde” (PSDB), Odil Cleris Toledo Puques (DEM), Janete Moraes Obal Córdoba (PSDB), Gustavo Otaño Simões, o “Gustavo Baiano” (PSL) e o vereador Joanir Martins (PT).

Composição das mesas da Câmara de Amambai para a legislatura 2021/2024

A mesa diretora da Câmara Municipal de Amambai para o biênio, 2021/2022.

Mesa da o biênio 2021/2022

Presidente- Valter Brito da Silva (DEM)

Vice-presidente- Geverson Vicentin (PDT)

1º secretário- Roberto Peres, o “Sangue Bom” (PSDB)

2º secretário- Jayson de Souza Moraes, o “Tato” (PT)

A mesa diretora da Câmara Municipal de Amambai para o biênio, 2023/2024.

Mesa da o biênio 2021/2022

Presidenta- Lígia da Silva Machado (Lígia Borges)- PSDB

Vice-presidente- Brasília Neves Farias, a “Cida Farias” (DEM)

1º secretário- Anílson Prego (PSDB)

2º secretário- Paulo Sérgio Gomes (PSL)

Vereador Odil Cleris Toledo Puques (DEM)
Vereadora Janete Moraes Obal Córdoba (PSDB)
Vereador Paulo Sérgio Gomes (PSL)
Vereadora Brasília Neves Farias, a “Cida Farias” (DEM)
Vereadora Rosa Linda Rodrigues, a “Rosa da Saúde” (PSDB)
Vereador Roberto Peres, o “Sangue Bom” (PSDB)
Vereador Gustavo Otaño Simões, o “Gustavo Baiano” (PSL) 
Vereador Jayson de Souza Moraes, o “Tato” (PT)
Vereador Joanir Martins (PT)
Vereador Anílson de Souza Rodrigues Mansano, o “Anílson Prego”
Vereadora Lígia da Silva Machado (Lígia Borges)- PSDB

 

Fonte: A Gazetanews