21/12/2020 10:30

Eleitos em 15 de novembro foram diplomados pela Justiça Eleitoral em Amambai

Por conta das medidas de prevenção à covid-19, diplomação realizada quarta-feira, dia 16, aconteceu por agendamento. Prefeito foi representado pelo assessor jurídico da campanha.

Is allowance instantly strangers applauded
O prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira (d) recebendo o diploma expedido pela Justiça Eleitoral que o torna apto ao assumir o 2º mandato em 1 de janeiro de 2021, das mãos do advogado, Dr. Luiz Alberto Fonseca. (Foto: Thaynara Locatelli/Assessoria de Gabinete)

Vilson Nascimento

A Justiça Eleitoral da 1ª Zona Eleitoral realizou na tarde da quarta-feira, dia 16 de dezembro, a diplomação do prefeito, vice-prefeito e dos 13 vereadores eleitos nas eleições de 15 de novembro, em Amambai.

O vice-prefeito eleito, Dr. Rodrigo Selhorst, com o diploma expedido pela Justiça Eleitoral que o torna apto a assumir o cargo dia primeiro. (Fotos: Divulgação)

O ato da diplomação é a confirmação que o cidadão eleito está com as contas de campanha em dia e apto a assumir o cargo para o qual foi eleito.

Durante a diplomação, que por conta das medidas de prevenção a covid-19, foi realizada com agendamento em horários diferences para cada eleito, para evitar aglomerações, também foram diplomados os primeiros suplentes ao cargo de vereador, em Amambai.

Por conta de agenda de trabalho antes programada, o prefeito reeleito de Amambai, o médico ortopedista, Edinaldo Luiz de Melo Bandeira, o “Dr. Bandeira” (PSDB), foi representado junto ao Cartório Eleitoral para fazer a retirada do diploma pelo advogado, Dr. Luiz Alberto Fonseca, assessor jurídico da campanha em 2020, mediante apresentação de procuração. 

A mesma situação aconteceu com o vice-prefeito eleito, o advogado, Dr. Rodrigo Selhorst (DEM), que também foi representado.

Abaixo os vereadores diplomados e aptos a assumirem o cargo

A vereadora mais votada em 15 de novembro, com 1.035 votos, Janete Córdoba (PSDB), durante o recebimento do diploma para seu segundo mandato. 
A vereadora eleita Lígia Borges (PSDB), a 2ª mais votada em 2020 com 724 votos, recebendo seu diploma. 
O vereador eleito Anílson Prego (PSDB), 3º mais votado em 2020 com 686 votos, recebendo seu diploma. 
A vereadora eleita Cida Farias (DEM), 4ª mais votada em 2020 com 682 votos, no ato de recebimento de seu diploma. 
O vereador eleito Jaylson de Souza Moraes, o “Tato” (PT), 5º mais votado em 15 de novembro em Amambai com 650 votos, recebendo seu diploma. 
O atual vice-prefeito e vereador eleito em Amambai pelo Democratas com 645 votos, Valter Brito da Silva, recebendo seu diploma. 
O vereador Roberto Peres, o “Sangue Bom” (PSDB), reeleito em Amambai com 641 votos, recebendo seu diploma que o torna apto a assumir mais um mandato. 
O advogado e vereador eleito em 15 de novembro com 565 votos, Dr. Odil Puques (DEM) recebendo seu diploma. 
A vereadora eleita, Rosa Linda Rodrigues, a “Rosa da Saúde” (PSDB), no ato de recebimento de seu diploma. Ela fez 498 votos. 
O vereador eleito pelo PSL, com 386 votos, Gustavo Simões, o “Gustavo Baiano”, recebendo seu diploma. 
O vereador eleito com 346 votos, Gilmar Vicentin (PDT), não enviou foto, mas recebeu seu diploma e está apto a assumir o cargo. 
O vereador eleito pelo PSL, com 337 votos, Paulo Sérgio Gomes, o “Locutor da Emoção”, recebendo seu diploma. 
O vereador eleito pelo PT, com 291 votos, o pastor evangélico, Joanir Martins. Ele não enviou foto do ato do recebimento do diploma, mas foi diplomado e está apto a assumir o cargo em 1º de janeiro. 

 

Fonte: A Gazetanews