16/11/2020 11:50

5 municípios Sul-mato-grossenses serão administrados por mulheres

Is allowance instantly strangers applauded

Mulheres foram candidatas ao cargo máximo da administração executiva municipal em 30 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul – mas em apenas 5 sagraram-se vencedoras nas urnas e representarão 6% das Prefeituras.

Foram reeleitas as prefeitas Marcela Ribeiro Lopes (PSDB) e Ilda Machado (PSD) em Corguinho e em Fátima do Sul, respectivamente. Em Água Clara a eleita foi Gerolina Alves (PSD); em Jardim, Cleidiane Areco Matzembacher (DEM) e em Naviraí, Rhaiza Matos (PSDB).

Marcela está no segundo mandato; Ilda, no terceiro. Gerolina foi vereadora e agora irá administrar a cidade. Cleidiane é advogada e Rhaiza, cirugiã-dentista. Ambas estrearam nas eleições.

Rhaiza substituiu o pai, deputado Onevam de Matos, que exercia o nono mandato parlamentar, após sua morte, ocorrida na sexta-feira véspera das eleições.

Em Campo Grande, duas mulheres candidataram-se ao cargo de Prefeita: delegada Sidneia Tobias (Podemos) e Cris Duarte (PSOL), recebendo 4,60% e 1,11% dos votos, respectivamente. A capital reelegeu o Prefeito Marquinhos Trad em primeiro turno, com 52,58% dos votos.

A Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Mulheres está totalizando as vereadoras eleitas no Estado para divulgação do mapa de representatividade da mulher nos parlamentos municipais. Para a subsecretária Luciana Azambuja, “a participação das mulheres na discussão política precisa ser fortalecida com ações permanentes, vamos rever estratégias e ampliar a discussão com a sociedade civil, para que em 2022 tenhamos mais mulheres candidatas e mais mulheres eleitas”.

 

Fonte: Assessoria Governo do MS