02/10/2019 10:07

Ação de Vander junto à Energisa "destrava" obras de saneamento em Caarapó, Amambai e Sidrolândia

Na tarde de segunda-feira (30/09), o deputado federal Vander Loubet esteve na sede da Energisa, em Campo Grande, para uma reunião com o diretor técnico e comercial da empresa, Marcelo Vinhaes Monteiro, e representantes do Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul (Dsei-MS) e da Prefeitura de Sidrolândia a respeito de obras de saneamento básico que dependem de ligações de energia elétrica para entrar em funcionamento.

Pelo Dsei participaram da reunião Luiz Antônio de Oliveira Junior (coordenador substituto), Mara Beatriz Furlan (chefe do Serviço de Saneamento Indígena - Sesani) e Karoline Bonzi (engenheira). Os representantes do poder público de Sidrolândia foram o vereador Jean Nazareth e os secretários municipais Clayton Lopes Ortega (Governo) e Ivan de Oliveira Santos (Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente).

Foram apresentadas a Marcelo três obras de sistema de abastecimento de água executadas com recursos viabilizados pelo deputado Vander e pelo ex-deputado Zeca do PT. Duas delas são de responsabilidade do Dsei: a obra da Aldeia Tey Kuê, em Caarapó (investimento de R$ 2,240 milhões que vai beneficiar 690 famílias) e a obra da Aldeia Amambai, em Amambai (investimento de R$ 976 mil que vai beneficiar 7.000 indígenas). A outra obra, fruto de convênio entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Prefeitura de Sidrolândia, é no Assentamento Nazareth (investimento de R$ 985 mil que vai beneficiar as 170 famílias assentadas).

As três obras estão concluídas e aguardam a ligação de energia para que o sistema de bombas seja ativado e passe a fornecer água para as residências das famílias. Entretanto, os prazos iniciais informados pela Energisa ao Dsei e à Prefeitura de Sidrolândia chegavam a seis meses.

"Procuramos a Energisa para manifestar nossa preocupação em relação a esses prazos e para buscar sensibilizar a Direção da empresa quanto à necessidade dessas ligações. São milhares de pessoas nas aldeias e no assentamento aguardando a tão sonhada água encanada. As famílias da Tey Kuê, por exemplo, estão aguardando essa água há 40 anos. Felizmente, o Marcelo compreendeu a importância dessas obras e se comprometeu a agilizar os procedimentos para que as devidas ligações sejam feitas. Foi muito positiva a postura da Energisa em relação às demandas que apresentamos", pontuou Vander.

O diretor da Energisa afirmou que executará as ligações demandadas em dois prazos: 15 dias para o caso de Amambai e 30 dias para os casos de Caarapó e Sidrolândia. Tanto os servidores do Dsei quanto os representantes de Sidrolândia comemoraram os novos prazos.

"A ação do deputado Vander nessa interlocução com a Energisa foi muito importante, ajudou a destravar o andamento dessas obras de abastecimento de água. Para nós, que desde março estávamos preocupados por conta dessa situação, é um alívio esses novos prazos repassados pela empresa. Vamos finalmente poder ligar as bombas e entregar as obras para os indígenas", destacou Luiz Antônio, do Dsei.

Regularização - Ainda durante a agenda, Vander e os representantes de Sidrolândia abordaram com Marcelo a questão da regularização de ligações de energia no Distrito de Capão Seco.

Tanto o fornecimento de água e esgoto quanto de energia para as 140 famílias da agrovila se transformaram em objeto de ação judicial movida pela Defensoria Pública do Estado. No caso da energia, a Justiça determinou à Energisa a instalação da rede de energia na área (onde as famílias vivem com ligações clandestinas), mas a empresa alegou que não podia estender o serviço porque a área estava ocupada irregularmente.

Na reunião, os secretários Ivan e Ortega e o vereador Jean apresentaram a Marcelo a regularização da agrovila, que foi transformada em núcleo urbano por meio de lei aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Marcelo Ascoli. Diante do fato, a Direção da empresa informou que, após a juntada da documentação ao processo, poderá iniciar a regularização das ligações de energia no Capão Seco.

"O deputado Vander, sempre que é 'provocado' por nós, se prontifica a ajudar Sidrolândia. Ontem não foi diferente. Essa reunião chamada por ele com a Energisa foi fundamental para solucionar não só o problema no Assentamento Nazareth quanto na agrovila do Capão Seco. Fica aqui nosso agradecimento pelo trabalho que ele realiza por nosso município", concluiu o vereador Jean Nazareth.

Fonte: Éder F. Yanaguita/Ascom/Dep. Vander Loubet