05/06/2022 17:35

Polícia Civil apura morte de mulher de 34 anos em Amambai

Vítima foi encontrada morta dentro de casa, sobre a cama e próximo dela havia um frasco de medicamento controlado, relata a ocorrência policial.

Vilson Nascimento 

A Polícia Civil vai instaurar procedimento para apurar a morte de uma mulher de 34 anos, fato registrado neste domingo, 5 de junho, no Conjunto Habitacional Nossa Senhora Aparecida, região da antiga hípica, em Amambai.

De acordo com a ocorrência policial, Sônia Benites teria sido encontrada no final da manhã deste domingo (5) por familiares já em óbito sobre a cama de seu quarto.

A polícia não encontrou nenhum ferimento que levantasse suspeita que a mulher teria sido vítima de assassinato, porém ao lado do corpo havia, segundo a ocorrência, um frasco do medicamento Clonazetan.

Consta na ocorrência policial que familiares teriam relatado a equipe de investigação que atuou no caso que Sônia seria dependente química e fazia uso de pelo menos dois remédios controlados para administrar um quadro de depressão e inclusive, cerca de um mês atrás, teria falado a familiares que pretendia cometer suicídio.

Diante desta situação a polícia não descarta a possibilidade de suicídio por ingestão de dose elevada de medicação, mas o caso foi registrado como morte a esclarecer e todas as hipóteses serão apuradas.

O corpo de Sônia Benites foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã para passar por exame necroscópico e um laudo técnico deverá apontar as reais causas da morte.

Fonte: A Gazetanews