23/11/2021 16:10

Polícia Militar recupera moto furtada e prende autor em Amambai

Rapaz de 23 anos confessou o furto. Ele foi autuado em flagrante, mas em audiência de custódia acabou liberado pela Justiça para responder ao processo em liberdade.

Is allowance instantly strangers applauded

Vilson Nascimento

A Polícia Militar recuperou uma moto furtada e prendeu o autor logo após o furto, fato ocorrido no final da tarde desta segunda-feira, 22 de novembro, na região da Vila Estrela, em Amambai.

Segundo a ocorrência policial, a vítima, uma mulher de 39 anos, teria chegado à residência onde trabalha e deixado sua moto estacionada na calçada.

Momentos antes da ação criminosa uma testemunha teria avistado o autor rondando a região onde ocorreu o furto e por estar agindo de forma suspeita, a testemunha teria passado a observar a conduta da pessoa, até notar que o larápio se aproximou, apanhou a moto e deixou o local empurrando o veículo.

Neste momento a testemunha entrou em contado com a central de comunicações da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª CIPM) informando o ocorrido e inclusive passando as características e roupas que o larápio estava trajando.

De posse da informação a Polícia Militar passou a efetuar diligências e localizou o acusado nas proximidades do Ginásio de Esportes Flávio Derzi, mas já sem a motociclista furtada.

Ao ser abordado o acusado, de 23 anos, confessou a prática do furto e informou aos policiais que havia abandonado a moto furtada na Praça Orlando Viol, região do antigo “Elefante Branco”.

A moto foi recuperada e o indivíduo foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai onde foi autuado em flagrante pela autoridade policial pelo crime de furto. Ele permaneceu preso na Delegacia em Amambai até o final da tarde desta terça-feira (23) quando a Justiça decidiu por sua liberação para responder ao processo em liberdade, decisão baseada no que prevê a legislação em vigor no País.

Matéria atualizada as 7h07 desta quarta-feira (24) para acréscimo de informações

 

Fonte: A Gazetanews