23/02/2021 08:15

Homem decapitado em Tacuru saiu de casa para visitar a filha quando desapareceu

Is allowance instantly strangers applauded
Machado achado próximo ao corpo pode ter sido utilizado em decapitação (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O indígena Sérgio Gimenez, de 27 anos, encontrado morto decapitado em uma trilha no município de Tacuru, cidade a 427 km de Campo Grande, havia saído de casa para visitar a filha na casa da ex-mulher quando desapareceu. A informação foi relatada pela mãe da vítima durante depoimento na delegacia no domingo (21).

Conforme informado pelo delegado Edgard Punsky, responsável pela investigação, a mãe contou em depoimento que Sérgio nunca chegou a relatar se sofria ameaças, mas a visita à filha sempre era motivo de discussão com o atual marido da ex-esposa.

Como o local onde ocorreu o crime fica na área rural, não há câmeras de segurança que possam ter flagrada alguma ação.

Ainda segundo o delegado, a ex esposa e a irmã da vítima estavam programadas para serem ouvidas ainda nesta segunda-feira (22).

Até o momento a principal suspeita é de crime passional. “Não tem como pedir a prisão do possível autor ainda porque não foi individualizada a autoria. Nem a própria esposa sabe algum dado sobre ele, o que não é incomum na comunidade”, contou.

Policiais civis, juntamente com a família e amigos fizeram buscas na região, mas não encontraram a cabeça de vítima. Além da Polícia Civil, familiares e amigos de Sérgio também vasculharam a região, mas ainda  não localizaram a cabeça.

O corpo foi reconhecido pela mãe por foto divulgada pela imprensa de tatuagem em um dos braços. Ela procurou a polícia e apresentou documentos do filho.

O cadáver foi achado em avançado estado de putrefação, na noite de sábado (20), por um jovem que tomava banho em riacho próximo ao local onde o corpo foi abandonado. Sérgio estava desaparecido desde quarta-feira (17), quando saiu de casa e não foi mais visto.

Ele foi encontrado usando apenas uma calça jeans preta e sem nenhuma documentação. Próximo ao corpo, foi achado um machado, que pode ter sido utilizado na decapitação de Sérgio.

Tatuagem ajudou mãe a identificar corpo de filho encontrado sem cabeça (Foto: Ponta Porã News)

Fonte: Mirian Machado/ Campo Grande News