26/06/2020 18:45

Polícia Civil desvenda furto em chácara e prende autores em Amambai

Um dos autores teria recebido abrigo por parte da proprietária da chácara após reclamar de não ter onde morar, diz ocorrência policial.

Is allowance instantly strangers applauded

Vilson Nascimento

Após trabalho de investigação, a Polícia Civil identificou e prendeu dois indivíduos acusados de envolvimento no furto de vários objetos de uma chácara, em Amambai.

A sequência de furtos na Chácara Itapoti, na saída para Aral Moreira, teve início no dia 19 de junho e culminou nessa quarta-feira, dia 24, com a identificação e prisão dos autores.

De acordo com relatos da Polícia Civil no boletim de ocorrência, a proprietária do imóvel rural, uma mulher de 53 anos, em um gesto humanitário, teria abrigado na chácara, um dos autores, um ex-detento de 37 anos, após ele ter reclamando de não ter onde morar.

O ato de confiança depositado pela sitiante no ex-detento foi retribuído com prejuízos. O criminoso teria furtado da sede da propriedade rural, um freezer, um fogão de seis bocas, bicicleta, panela de pressão e até três portas de residência.

Durante o trabalho de investigação, a equipe de investigadores da Delegacia da Polícia Civil de Amambai identificou duas pessoas envolvidas nas ações criminosas e realizou a prisão da dupla quando se preparava para praticar um novo furto.

De acordo com a Polícia Civil, ao perceber a aproximação dos investigadores, a dupla, que estava em um Fiat Uno de cor branca, empreendeu fuga, mas foi interceptada e presa cerca de dois quilômetros do local.

Ao receber voz de prisão, o ex-detento de 37 anos, que estava dirigindo o Uno teria confessado os furtos na Chácara Itapoti. 

Segundo relatou a Polícia Civil no boletim de ocorrência, o indivíduo teria relatado que havia vendido o freezer furtado por R$ 150,00 em uma loja de móveis usados situada no centro da cidade, em Amambai e o fogão de seis bocas e a bicicleta por R$ 250,00 a uma pessoa que não sabia o nome, mas passou o apelido e o telefone do suposto receptador aos policiais.

De acordo com a polícia, ao receber voz de prisão o indivíduo, que estava em companhia de outro ex-detento de 51 anos, teria relatado que haviam retornado à chácara com o objetivo de furtar outros objetos, mas o novo furto não chegou a ser consumado em virtude da intervenção da Polícia Civil.

Encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, em Amambai, a dupla foi autuada em flagrante pela delegada titular local, Dra. Larissa Serpa, por furto qualificado.

A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva pelo Poder Judiciário e os acusados foram encaminhados ao presídio, em Amambai, onde permanecem recolhidos à disposição da Justiça.

De acordo com a delegada, parte do material furtado na chácara foi recuperado pela polícia.

Fonte: A Gazetanews