27/06/2020 13:11

Amambai já registrou detenções, multas e até prisões em flagrante por descumprimento de medidas sanitárias

Do final de semana para cá duas pessoas foram presas em flagrante após desobediências ao decreto municipal adotado com foco na prevenção a Covid-19 no município.

Is allowance instantly strangers applauded
A delegada titular de Polícia Civil em Amambai, Dra. Larissa Serpa. Ao descumprir medidas sanitárias adotadas pelo Poder Público para conter a Covid-19 pode resultar em multa, processo na Justiça e até em prisão. (Foto: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

O descumprimento das medidas sanitárias previstas no decreto municipal que tem como foco a prevenção ao contágio e a disseminação do novo coronavírus, já resultou em detenção e até em prisões em flagrante, em Amambai. A informação é da delegada titular de Polícia Civil local, Dra. Larissa Serpa.

Do final de semana para cá a Polícia Civil registrou dois autos de prisão em flagrante por descumprimento das medidas preventivas à Covid-19 no município.

Na noite de domingo para segunda-feira, 22 de junho, um militar do Exército foi preso ao estar transitando na rua após as 23h, horário que inicia o “toque de recolher” em Amambai, com som alto.

Além de ferir as medidas sanitárias ele, que teve fiança arbitrada em R$ 1,1 mil, também deverá responder judicialmente por embriaguez na condução de veículo automotor, segundo a polícia.

A outra prisão em flagrante  por descumprimento as medidas sanitárias de prevenção a Covid-19 em Amambai foi registrada na noite dessa quarta (24) para quinta-feira, dia 25 de junho.

Segundo consta na ocorrência policial, após ser acionada por moradores informando que em uma casa do Conjunto Habitacional Alcindo Franco Machado estaria ocorrendo uma festa e havia um veículo com som alto, uma equipe da Polícia Militar esteve no local por volta das 22h50 dessa quarta.

Na ocasião, segundo a PM, a moradora, uma mulher de 28 anos, teria relatado que estava em sua casa com seus familiares e que o som do carro já havia sido desligado.

Já no início da madrugada dessa quinta-feira, a Polícia Militar voltou a ser acionada, onde moradores relatavam que a mesma mulher havia acionado uma caixa de som e continuava a festa, promovendo além de aglomeração de pessoas, feito vedado pelas medidas sanitárias, também a perturbação do sossego público.

A equipe da Polícia Miliar retornou ao endereço da mulher onde teria sido recebida com agressões verbais pela moradora.

Segundo o boletim de ocorrência, quando os policiais alertaram a moradora sobre estar infringindo a legislação ela, que segundo a polícia estava em estado de embriaguez, teria falado que “o som estava em sua casa e ela não iria desligar, pois estava dando uma festa para seus convidados”, momento que também teria passado a desacatar aos PMs.

Ao receber voz de prisão à mulher, que teria se exaltado ainda mais ao notar a saída de várias pessoas do interior de sua residência, teria reagido e chegado a avançar com a finalidade de agredir um dos policiais.

Presa e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, em Amambai, ela foi autuada em flagrante por perturbação da tranquilidade, resistência e infração de medida sanitária.

A delegada arbitrou uma fiança no valor de R$ 5 mil, mas a acusada não fez o recolhimento. Por conta disso até a noite dessa quinta-feira (25) ela aguardava detida na Delegacia, por uma decisão judicial que a possibilite responder ao processo em liberdade.

Segundo a delegada titular de Polícia Civil em Amambai, Dra. Larissa Serpa, além das duas situações de flagrante registradas essa semana, várias outras pessoas já tiveram TCOs (Termo Circunstanciado de Ocorrência) instaurados por desobediência as medidas sanitárias impostas pelo decreto municipal que visa à prevenção ao novo coronavírus, em Amambai.

Essas pessoas, segundo a agente da lei, além de pagar a multa no valor de duas UFAs (Unidade Fiscal de Amambai), ou seja, 128 reais e 24 centavos, imposta pela municipalidade, também irão responder judicialmente pela infração praticada.

Fonte: A Gazetanews