28/02/2020 16:27

Polícia Civil pede apoio de autoridades paraguaias na busca por assassino de Dirceu Lanzarini

Luiz Fernandes, o “Luiz Paraguaio”, de 54 anos está foragido e sendo procurado pela polícia desde a segunda-feira, dia do crime.

Vilson Nascimento

Nessa quinta-feira, 27 de fevereiro, o delegado encarregado pelas investigações do caso, Dr. Marcos Werneck protocolou, junto ao Ministério Público (Fiscalia) e a Polícia Nacional do Paraguai, na cidade de Capitan Bado, o mandado de prisão de Luiz Paraguaio expedido pela Justiça brasileira e formalizou o pedido de apoio das autoridades paraguaias, que vão, dentro de um trabalho de cooperação, realizar buscas, também naquele país, ao acusado de matar a tiro o ex-prefeito de Amambai, atualmente assessor especial do gabinete de gestão política do Governo de MS, Dirceu Lanzarini.

Nessa quinta-feira (27) o delegado encarregado pelas investigações do caso, Dr. Marcos Werneck, protocolou o mandado de prisão expedido no Brasil e formalizou o pedido de apoio ao Ministério Público e a Polícia Nacional do Paraguai (foto abaixo) para realizar buscas pelo acusado, também naquele país. (Fotos: Divulgação)

Luiz Fernandes, o “Luiz Paraguaio”, de 54 anos, está foragido desde o dia do crime (relembre AQUI).

Segundo o delegado encarregado pelas investigações, Dr. Marcos Werneck, as buscas pelo homem acusado de assassinar o ex-prefeito seguem de forma ininterruptas desde o dia do crime, mas até o final da tarde dessa quinta-feira (27) a polícia não tinha nenhuma pista do paradeiro do indivíduo.

O que se sabe é que após matar Lanzarini, de quem era funcionário na fazenda a pelo menos dez anos, Luiz Paraguaio ligou para a família contando o acontecido e depois seguiu com o trator da propriedade rural até as proximidades da mata ciliar do Rio Amambai, aos fundos da fazenda, onde abandonou a máquina agrícola e desapareceu.

 A Polícia Civil de Amambai solicita a quem souber do paradeiro de Luiz Fernandes, o "Luiz Paraguaio" para contatar, mesmo que de forma anônima, a Delegacia local por meio do fone (67) 3481-1415 ou a Polícia Militar por meio do 190.

O acusado, Luiz Fernandes, o “Luiz Paraguaio”. Foragido desde segunda-feira (24) dia do crime, ele agora é procurado pelas autoridades do Brasil e do Paraguai. 

Fonte: A Gazetanews