07/02/2020 00:18

Policial civil morre a caminho de Dourados após ser alvejado por disparos em Sete Quedas

Ação conjunta, envolvendo várias forças policiais localizou e prendeu os acusados do crime.

Vilson Nascimento

O policial civil Artur Kemechian, lotado na Delegacia de Sete Quedas, morreu na noite dessa quinta-feira, 6 de fevereiro, quando era transferido em vaga zero para um hospital com maiores recursos médicos  na cidade de Dourados, após ser atingido por vários disparos de arma de fogo na cidade da fronteira com o Paraguai.

O policial civil Artur Kemechian. Ele morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo na noite dessa quinta-feira em Sete Quedas. Durante a madrugada os autores do crime foram presos.  (Foto: Divulgação)

De acordo com as informações, Artur foi atingido por pelo menos dez disparos após ser abordado quando estava em seu veículo, a apenas alguns metro da linha que separa Brasil e Paraguai.

Autores foram presos

Informações dão conta que ainda consciente, o policial teria repassado a outros policiais, a identidade dos envolvidos no atentado, que seriam duas pessoas conhecidas na cidade.

Em diligencias desencadeadas durante a madruga em conjunto pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas, pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) a Defron (Especializada a Repressão aos Crimes de Fronteira) e do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros), com, apoio da Polícia Militar, localizou os acusados de envolvimento no assassinato. 

Um seria um adolescente de 17 anos e outro um rapaz de aproximadamente 22 anos. Depois de detidos ambos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas para serem tomadas as previdências cabíveis.

Segundo a polícia, ao serem abordados os acusados alegaram que se desfizeram da arma usada para atirar contra o policial jogando em um rio. A motivação o atentando contra o agente da lei ainda está sendo apurada. 

 Matéria atualizada às 7h07 desta sexta-feira para acréscimo de informações.

Fonte: A Gazetanews