14/10/2019 15:57

“Olho de gato” solto pode ter causado grave acidente nessa segunda em Amambai

Veículo conduzido por mulher de 55 anos teve pneu estourado, saiu da pista e capotou na MS-386. Caminhonete que vinha logo atrás também teve pneu furado pelo objeto.

Após ter um dos pneus possivelmente estourado pelo “olho de gato” solto na pista, o Toyota Etios saiu da pista, capotou e só parou ao se chocar contra uma árvore às margens da rodovia. (Fotos: Cedidas a reportagem o grupo A Gazeta) 

Vilson Nascimento

Um tachão refletivo bidirecional, também conhecido como “olho de gato” usado para sinalização viária, solto na pista de rolamento, pode ter contribuído para um grave acidente ocorrido no final da manhã dessa segunda-feira, 14 de outubro, na Rodovia MS-386 entre Amambai e Ponta Porã.

O Toyota Etios, cor branca, placas de Ponta Porã-MS, se deslocava MS-386 no sentido Ponta Porã a Amambai, quando veio a sofrer um desvio de direção, sair da pista, capotar e se chocar contra uma árvore às margens da rodovia estadual, acidente ocorrido a cerca de sete quilômetros da cidade de Amambai.

Durante o capotamento o veículo sofreu avarias de grande monta e a condutora, Shirley Volpato, de 55 anos, acabou se ferindo.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Amambai, que atendeu a ocorrência, Shirley apresentava suspeita de fratura de costela e escoriações pelo corpo e rosto. Já sua filha, de 32 anos e suas duas netas menores que estavam com a condutora no veículo não se feriram.

A provável causa

A condutora teria perdido o controle da direção do Etios após o veículo ter um dos pneus estourados.

Segundo uma equipe da Polícia Militar de Amambai que esteve no local dando apoio ao atendimento da ocorrência, um “tachão refletivo bidirecional”, artefato usado para sinalização de malha viária, que também é conhecido como “olho de gato”, que teria se soltado do asfalto, pode ter contribuído para o acidente.

Após a parte pontiaguda que regularmente fica cravada no asfalto se soltar, ela teria atingido o pneu do carro conduzido por Shirley, posteriormente veio a cravar e furar o pneu de outro veículo, uma caminhonete Amarok, que vinha logo atrás, mas como o condutor já estava em baixa velocidade, conseguiu controlar a direção e evitar um novo acidente.

O local onde ocorreu o acidente passou recentemente por recuperação da pavimentação asfáltica.

Fonte: A Gazetanews