09/08/2019 10:44

Polícia Civil de Amambai apreende armas e drogas na Vila Nossa Senhora Aparecida

Fotos: Assessoria

A Polícia Civil de Amambai fechou na tarde desta quinta-feira (8), um ponto de drogas que funcionava na rua das Araras, na Vila Nossa Senhora Aparecida. Roaldo Nunes Machado, 48 anos e um adolescente de 17 anos, responsáveis pela boca de fumo foram autuados em flagrante.

O local já vinha sendo investigado pela Polícia Civil, que representou na Justiça pela apreensão de dois adolescentes, sendo um deles dono de um quarto na casa que funcionava como boca de fumo, bem como pelas prisões de Jefferson Santana Pintentel, 18 anos e Carlos Mateus de Vacca Cano, 20 anos, acusados de agredir com uma barra de ferro e roubar um homem de 55 anos.

Hoje durante o cumprimento dos mandados, os policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Amambai, encontraram no quarto de um dos adolescentes, quatro tabletes de maconha e um notebook Sony Vaio, muito provavelmente produto de furto.

No outro quarto do imóvel, de propriedade de Roaldo Nunes, mais conhecido como “Cabecinha”, os policiais localizaram embaixo da cama uma arma de fogo calibre 32, com uma munição, uma arma de fogo artesanal, calibre 22 e mais um simulacro de arma de fogo. Também foram apreendidos na posse do acusado uma máquina fotográfica Canon, um notebook Acer, celular, soprador de ar e diversos móveis sem comprovação de origem.

No quarto de Roaldo também foram encontradas e apreendidas diversas bolsas e carteiras com documentos em nome de diversas pessoas. O acusado disse aos policiais que os documentos foram empenhados, como garantia em empréstimos por ele realizados.

Conforme a Polícia Civil, tanto os documentos como os objetos apreendidos com os acusados, foram recebidos como forma de pagamento das drogas por eles comercializadas. “Os próprios moradores do bairro denunciaram que eles (presos) vendiam drogas e recebiam como pagamento, produtos furtados na região”, diz o delegado Pedro Ramalho, responsável pelo caso.

Pelo crime de tráfico de drogas foram autuados Roaldo e o adolescente em conflito com as leis.

O Roubo

O roubo do qual foi vítima um vigia de 55 anos, aconteceu em 5 de julho, próximo à hípica de Amambai. Segundo relatos da vítima, ao sair de bicicleta do local onde foi visitar alguns amigos, por volta de 23 horas, foi cercado por três indivíduos, sendo um deles um adolescente conhecido seu, que lhe deu uma pancada na cabeça.

A vítima caiu da bicicleta e os acusados roubaram a carteira dele com R$ 80, a bicicleta e uma mochila que levava nas costas, com ferramentas de trabalho. Antes da fuga, os ladrões ainda deram diversas outras pancadas na cabeça do vigia, que foi abandonado na rua, onde foi localizado e socorrido por populares.

Levado para o hospital local, devido à gravidade dos ferimentos, a vítima foi transferida para o Hospital Vida, em Dourados, onde permaneceu por dias internado na UTI, tendo sobrevivido.

Durante as investigações para apurar o caso, a Polícia Civil de Amambai localizou o ponto de drogas fechado hoje e, comprovou o envolvimento no crime de dois adolescentes e dos maiores Carlos Mateus de Vacca Cano, 20 anos e Jeferson Santana Pimentel, de 18 anos, tendo representado pelas apreensões e prisões dos suspeitos.

Nas diligências de hoje os menores foram apreendidos e os acusados Jeferson e Carlos presos pelo roubo. Além disso, um dos adolescentes que estava na posse de drogas e de objetos de origem ilícita, foi autuado em ato infracional também por esses crimes.

Fonte: PCMS