16/06/2019 21:01

Polícia Civil já tem pista de pichadores de prédios públicos em Amambai

Em ação nesse domingo um adolescente de 17 anos apontado como envolvido nos atos de vandalismo foi detido e um indivíduo foi preso por vender drogas em pista de skate.

Pichação na parede da poliesportiva antiga, ao lado do estádio municipal. (Fotos: Divulgação)

Vilson Nascimento

A Polícia Civil já tem pista e inclusive a identidade do principal responsável pela pichação de prédios públicos e privados, em Amambai.

No decorrer desse final de semana vários prédios pertencentes à Prefeitura de Amambai, ao Governo do Estado e a empresas privadas, além de um ônibus pertencente à igreja evangélica Assembleia de Deus Missões, foram alvos dos vândalos.

Vários prédios públicos foram alvos dos pichadores nesse final de semana em Amambai. Um menor foi detido e a polícia trabalha agora para localizar o indivíduo apontado como o autor das pichações. (Fotos: Divulgação)

A indignação com os atos de vandalismos levou o prefeito do município, Dr. Edinaldo Bandeira a gravar um vídeo oferecendo, do próprio bolso, uma recompensa de R$ 1 mil, para quem denunciasse o autor das ações delituosas.

Nesse domingo, 16 de junho, após avaliar traços de pichações existentes na pista de skate da prefeitura, ao lado do Ginásio de Esportes Flávio Derzi e notar que eram compatíveis com os encontrados nas edificações públicas e privadas, investigadores da Delegacia Regional de Polícia Civil de Ponta Porã, que atuam em apoio à Delegacia de Amambai, realizaram a abordagem e a detenção de um adolescente de 17 anos, segundo a polícia, envolvido com atos dessa natureza na cidade.

De acordo com a polícia, no celular do adolescente detido os policiais encontraram um áudio onde o menor passava ao indivíduo que para a Polícia Civil é o responsável efetivo pelos atos de vandalismo, a repercussão que deu o fato de ele (o receptor da mensagem) ter feito pichações na obra em fase de construção do Centro de Comercialização da Agricultura Familiar, o “Mercado Municipal” em Amambai.

A Polícia Civil continua trabalhando no caso e espera para breve localizar e realizar a detenção do pichador.

Praticar pichação é crime

Praticar ato de pichação é crime previsto no artigo 65 da Lei 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 que trata sobre “crimes ambientais” no País.

Segundo o artigo, “Pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano” acarreta em pena de detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano e mais o pagamento de multa.

Operação desvendou esquema de drogas

Durante as investigações dos casos de pichações, a Polícia Civil prendeu, no final da tarde desse domingo, dia 16 de junho, um indivíduo acusado de vender drogas, principalmente para menores de idade, na região da pista de skate em Amambai.

De acordo com a Polícia Civil no carro do indivíduo, um Kadet, os policiais encontraram porções de maconha já prontas para serem repassadas aos usuários.

No carro de um indivíduo abordado nas proximidades do ginásio de esportes a Polícia Civil apreendeu porções de maconha. Droga era vendida para menores na pista de skate, diz polícia.

Fonte: A Gazetanews