24/05/2019 08:10

Após perseguição, Polícia Militar recupera carro roubado em Amambai

No interior do Hyundai Tucson os policiais encontraram 353 quilos de maconha. O traficante fugiu.

Vilson Nascimento

Após perseguição, nos meios policiais chamado de “acompanhamento tático”, que percorreu a área central e bairros da cidade, a Polícia Militar recuperou um veículo roubado e apreendeu 353 quilos de maconha que era transportado em seu interior, em Amambai.

Segundo relatou a PM no boletim de ocorrência a ação policial teve início no final da tarde dessa quinta-feira, 23 de maio, quando uma rádio patrulha realizava policiamento pela região central da cidade e desconfiou de uma Hyundai Tucson cor prata, que trafegava com uma das placas penduradas.

Ao tentar abordar o carro para averiguação, usando os meios operacionais recomendados por norma, entre eles sirene e giroflex, o motorista não obedeceu e empreendeu fuga.

A perseguição durou por quilômetros dentro da cidade. Na região da Vila Jardim Panorama o traficante perdeu o controle da direção o carro que acabou se chocando contra o portão de uma residência, vindo a atingir também um Fiat Uno que estava estacionado na garagem da casa.

Segundo a Polícia Militar, mesmo com a Tucson danificada pelo impacto, o traficante conseguiu manobrar e fugir por mais determinado trecho após jogar o carro em fuga contra os policiais.

De acordo com a polícia, após tomar certa dianteira, o motorista abandonou o veículo e fugiu a pé em meio à vegetação existente ao final do citado bairro e não foi encontrado.

A Polícia Militar informou que em verificação no interior do carro foram encontrados 353 quilos de maconha em tablete e duas cédulas de identidade emitidas pelo estado do Rio de Janeiro.

Na checam via numeração do chassi os policiais descobriram também que as placas fixadas no Tucson, que eram da cidade de Capinzal, estado de Santa Catarina, eram frias. As placas verdadeiras seriam de São Paulo, capital e inclusive o Tucson era roubado naquela metrópole brasileira.

A Polícia Civil de Amambai assumiu as investigações do caso e de posse das informações levantadas pela Polícia Militar durante a apreensão, irá tentar identificar o motorista.

Fonte: A Gazetanews