02/07/2021 08:26

A fé e o Batismo - Por Eloir Vieira

“Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16).

Is allowance instantly strangers applauded

Neste versículo, há duas condições para a salvação: Quem crer e for batizado será salvo. O item batismo é uma ordenança, mas pode haver exceções; já o crer é indispensável! 

É notório que tem casos em que a pessoa crê, mas, por algum motivo justificável, não tem tempo de passar pelo batismo, muito menos de se converter dos pecados. É o caso do pecador crucificado ao lado de Jesus, que creu e não teve tempo de ser batizado. Por outro lado, o seu comparsa que também estava crucificado, zombou de Jesus e não creu!

 

Os dois malfeitores representam todos os pecadores; tem os que creem e os que não creem. Vejamos o texto dos dois ladrões crucificados lado a lado de Jesus: “E foram crucificados com ele dois salteadores, um à direita, e outro à esquerda” (Mt 27.38). Evangelho de Lucas: “Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda” (Lc 23.33).

 

Um dos salteadores não creu, antes, zombou de Jesus: “E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós” (Lc 23.39). Seu comparsa creu: “Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condição? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23.40-43).

 

Entendemos que o batismo é uma ordenança de Jesus, necessário aos que creem e têm a oportunidade de se batizar, assim como obedecer a outras ordenanças que fazem parte do evangelho de Cristo, como participar da Santa Ceia regularmente e se converter dos seus pecados, mudando seu estilo de vida, deixando a figura do velho homem sepultado no batismo, e viver uma nova vida em Cristo, onde tudo se fez novo a partir do batismo.

 

No caso do carcereiro, um pecador prestes a ser morto, caso os presos tivessem escapado do cárcere que ele guardava, perguntou aos discípulos o que era necessário fazer para se salvar. A resposta foi objetiva: “E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e será salvo, tu e a tua casa” (Atos 16.31). Eles não perderam tempo nem a oportunidade; naquela mesma noite, todos na casa foram batizados (At 2.33). 

 

Mesmo no último suspiro de vida, se o pecador se arrepender e crer em Jesus Cristo pedindo salvação, será salvo! Até porque, estando no fim da vida, não vai mais cometer pecados. Porém, se a pessoa diz que crê, e tem tempo e oportunidade, precisa praticar o evangelho da salvação. É a obediência às ordenanças de Jesus, que prova a nossa fé!

Fonte: Eloir Vieira