19/03/2021 11:24

A salvação não é pelo nosso esforço

“Porque qualquer que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, mas qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará” (Mc 8.35).

Is allowance instantly strangers applauded

O amor a Cristo e ao seu evangelho, devem prevalecer e estar em primeiro lugar na vida do cristão, independente das situações em que se encontre; diante de perigos, doenças, perseguições e até mesmo da morte: “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo” (Mt 10.28). A vida não termina com a morte do corpo; a alma vai para a salvação ou perdição eterna; por isso, mais importante do que a vida na terra é a vida no céu: “Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?” (Mc 8.36). 

 

Ninguém consegue salvar sua vida por algum mérito ou sacrifício! Não há nada que possamos fazer para merecermos a salvação. Somente o Senhor Jesus, que pagou o preço pelos pecados de todos, se tornou o único meio de salvação: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6). 

 

Antes de Jesus, o povo, vivia sob a lei de Moisés, agora, sob a lei de Cristo: “Mas antes que a fé viesse, estávamos guardados debaixo da lei e encerrados para aquela fé que se havia de manifestar. De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que, pela fé, fôssemos justificados. Mas, depois que a fé veio, já não estamos debaixo de aio. Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus; porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo” (GL 3.23-27).

 

Os preceitos da lei, como o que não se deve comer, dias que se devem guardar; isso são sombras do que viria com a real vinda do Senhor Jesus Cristo: “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo” (Cl 2.16,17).

 

Tudo o que o ser humano deve fazer para ser salvo, é crer em Jesus Cristo; crer no coração e confessar com a boca que Jesus é seu único Salvador e Senhor (Rm 10.9,10); praticar a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hb 12.14).

 

Praticar o Novo Testamento é mandamento do Senhor para fazer parte da Nova Aliança tendo seus pecados perdoados: “Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados” (Mt 26.28). Detalhe: “por muitos”, não por todos; porque há os que não creem e rejeitam Jesus! 

 

Vivendo em comunhão com Cristo, obedecendo ao seu evangelho, mesmo depois de morto voltará a viver; e se estiver vivo na sua vinda, nem morrerá: “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?” (Jo 11.25,26). Mais importa aqui na terra, viver em Cristo, com Cristo e para Cristo; o resto é temporal!

Fonte: Eloir Vieira