27/03/2020 10:15

Como era a igreja de Cristo no Início? - Por Eloir Vieira

“E era um coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns” (At 4.32).

Is allowance instantly strangers applauded

A igreja de Cristo foi fundada conforme os ensinamentos do Senhor, aos seus discípulos. Cada igreja implantada era supervisionada pelos apóstolos, que formavam e instruíam pastores para pastorear os rebanhos. Cada crente era ensinado nas doutrinas de Cristo e tudo está escrito a partir de Atos dos Apóstolos, em conformidade com o que Jesus ensinou e determinou nos evangelhos. O Novo Testamento é o manual da igreja!

 

Entretanto, se estudarmos minunciosamente o Novo Testamento, percebemos que as doutrinas, foram sendo substituídas por regras criadas posteriormente por religiosos, conforme a sua vontade, para atender aos seus próprios interesses pessoais e particulares. Daí a explicação de por que tantas divisões nas igrejas, dentro e fora delas. O resultado é que existem diversos segmentos religiosos, cada um com a sua visão!

 

João Batista pregava mudança de comportamento para receber Jesus: “E a multidão o interrogava, dizendo: Que faremos, pois? E, respondendo ele, disse-lhes: Quem tiver duas túnicas, que reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, que faça da mesma maneira” (Lc 3.10,11). Os cobradores de impostos não deveriam explorar o contribuinte (Lc 3.12,13). As autoridades policiais, não deviam maltratar nem defraudar as pessoas; e deveriam se contentar com o salário que ganhavam (Lc 3.14).

 

Não havia avareza entre os cristãos; mas viviam em igualdade uns com os outros: “E era um coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns” (At 4.32). Os crentes que tinham bens em abundancia vendiam propriedades e socorriam os irmãos necessitados da igreja, assim, todos viviam em igualdade, felizes e satisfeitos: “Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade” (At 2.44,45). 

 

Os primeiros cristãos viviam em comunhão independente de classe social e cultural, praticando as atividades da igreja juntos: “E, perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” (At 2.46,47). “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações” (At 2.42).

 

Os ensinamentos de Jesus sobre finanças, não era juntar dinheiro (Mt 6.19), mas repartir o que tinha com o necessitado; atitude que rendia muitas bênçãos: “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo” (Lc 6.38). Jesus não fez nenhuma alteração nos procedimentos ensinados aos apóstolos! Deus abençoe!

Fonte: Eloir Vieira