31/01/2020 10:59

Haverá sinais para o Arrebatamento da Igreja?

“Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1ªCo 15.52).

Is allowance instantly strangers applauded

O arrebatamento da igreja será um acontecimento distinto do dia da vinda do Senhor Jesus para julgamento das nações e instalação do seu Reino Milenar na terra. É preciso discernimento para entender os textos que tratam dos dois eventos. Na vinda do Senhor, o mundo estará vivendo um caos total; situação em que, quem estiver vivo nessa época e conhecimento bíblico, saberá que Jesus estará prestes a aparecer com grande glória! Já o momento do arrebatamento da igreja será de forma inesperada sem sinais de aviso! 

 

Na vinda do Senhor Jesus à terra, o mundo estará numa aflição terrível: “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potencias dos céus serão abaladas. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mt 24.29,30). Haverá grande lamento: “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim! Amém!” (AP 1.7).

 

Haverá sinais: “E haverá sinais no sol, e na lua, e nas estrelas, e, na terra, angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo, porquanto os poderes do céu serão abalados. E, então, verão vir o Filho do Homem numa nuvem, com poder e grande glória” (LC 21.25-27). “O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes de chegar o grande e glorioso Dia do Senhor; e acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Atos 2.20,21). Note que haverá salvação nesse tempo.

 

No arrebatamento não haverá sinais; portanto ninguém pode imaginar o dia nem a hora: “E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem. Comiam, bebiam, casavam e davam se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam. Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, consumindo a todos. Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar” (Lc 17.26-30). 

 

O arrebatamento pode acontecer hoje: “Portanto, estai-vos também apercebidos; porque virá o Filho do Homem à hora que não imaginais” (Lc 12.40). “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (1ªCo 15.52). Prepare-se: “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1ªTs 4.16,17). Jesus te ama!

Fonte: Eloir Vieira