17/01/2020 14:56

Não ficará pedra sobre pedra - Por Eloir Vieira

“Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada” (Mt 24.2).

Is allowance instantly strangers applauded

Os discípulos se admiravam com a beleza do templo em Jerusalém; Jesus, no entanto, previu a sua total destruição: “E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo. Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada” (Mt 24.1,2). A Palavra de Jesus se cumpriu no ano 70 d.C.

 

A destruição do segundo templo em Jerusalém é só uma parte da profecia de Daniel, aproximadamente 536 a.C., recordando eventos que aconteceram entre 605 e 536 a.C. Diz a profecia: “E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será como uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações” (Dn 9.26). Note a sequencia da profecia: “Até ao fim haverá guerra; assolações”.

 

O Messias (Jesus) foi rejeitado e morto pelo seu próprio povo. Foi tirado da terra e levado para o céu, onde se encontra à destra de Deus (1ªPe 3.22). No ano 70 d.C., o exército Romano liderado pelo general (Tito), invadiu Jerusalém, matou um milhão de judeus e destruiu o templo. A profecia diz que “o povo do príncipe que há de vir” destruiria a cidade e o santuário; o povo que destruiu tudo foi de Roma; o “povo” seria de um príncipe que haveria de vir; esse príncipe do mal ainda não veio. Portanto, o restante dessa profecia, ainda não se cumpriu, aguarda o tempo de Deus!

 

O templo dos judeus deverá ser construído pela terceira vez, pois, a profecia diz que esse príncipe que há de vir, se assentará como Deus no templo de Deus, e isso, ainda não aconteceu: “O qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.4); “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues nas suas mãos por um tempo, e tempos, e metade de um tempo” (Dn 7.25). Veja Mateus 24.15.

 

No fim dos tempos o mundo será todo destruído! Templos bonitos, prédios luxuosos, tudo será derretido com fogo no Dia do Juízo, Dia do Senhor: “Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro e se guardam para o fogo, até o Dia do Juízo e da perdição dos homens ímpios”; “Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão” (2ªPe 3.7,10). Ímpios, são aqueles que não teem fé em Deus, que não respeitam a religião, rejeitam a salvação em Cristo; que são cruéis, impiedosos, praticam maldades, sem temor a Deus!

Fonte: Eloir Vieira