08/11/2019 14:14

Jesus, o povo judeu, e o falso messias - por Eloir Vieira

“Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” (Jo 5.43).

Is allowance instantly strangers applauded

Jesus Cristo é o Rei que Deus havia prometido mandar ao povo judeu: “Eis que lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar” (Dt 18.18). Deus mandou seu Filho, mas os judeus não o receberam: “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam” (Jo 1.11). Porém quem creu, o recebeu: “Mas todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no seu nome” (Jo 1.12).

 

Jesus era o Messias prometido: “Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel” (Isaías 7.14); “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9.6); “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá o que será Senhor em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” (Mq 5.2). Tudo estava escrito, mas, ignoraram!

 

Um anjo do Senhor apareceu a José em sonho e disse-lhe que o filho que Maria estava esperando havia sido gerado pelo Espírito Santo para cumprir a promessa de salvar seu povo: “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de EMANUEL. (EMANUEL traduzido é: Deus conosco)” (Mt 1.23).

 

Um dos motivos que os judeus rejeitavam Jesus era porque Jesus não guardava o Sábado, um dos mandamentos de Deus; ignoravam que Jesus é Senhor até do Sábado, e, portanto, uma Nova Aliança estava sendo implantada: “E dizia-lhes: O Filho do Homem é senhor até do sábado” (Lc 6.5). Filipe, antes ainda de virar apóstolo, creu em Jesus como o Messias anunciado pelos profetas: “Filipe achou Natanael e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na Lei e de quem escreveram os Profetas: Jesus de Nazaré, filho de José” (Jo 1.45). Mas os judeus não creram em Jesus Cristo.

 

Jesus se declarou aos judeus, como Filho de Deus, mas eles não o aceitaram; Jesus disse que, quando vier um falso messias, eles o aceitarão: “Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis” (Jo 5.43). Os judeus continuam esperando o Messias prometido por Deus, exceto os judeus que creram e se converteram a Cristo. Quando a igreja for arrebatada, se manifestará um falso messias, cumprindo assim a 70ª semana do profeta Daniel (Dn 9.26,27). Começará então, um tempo de Grande Tribulação, que culminará com a vinda de Jesus, com seus santos anjos, com poder e grande glória (Mt 24.29-31). Então Jesus salvará os remanescentes judeus, descendentes das 12 tribos de Israel (Ap 7.4-8). Só Jesus salva!

Fonte: Eloir Vieira