09/08/2019 13:35

Devemos congregar numa Igreja? - Por Eloir Vieira

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; antes, admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele Dia” (Hb 10.25).

Is allowance instantly strangers applauded

 

Não são poucas as pessoas que, decepcionadas com maus testemunhos nas igrejas, ou porque os líderes falam palavras duras de exortação contra o pecado, que deixam de congregar. Outras, porque acham que não é necessário ser membro e frequentador de igreja, porque a igreja somos nós mesmos que cremos em Cristo e no seu evangelho.

 

Pela fé, somos a igreja de Cristo: “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo” (1ªPe 2.5). “Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo?”... (1Co 6.15). “Ou não sabeis que o nosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” (1ªCo 6.19). 

 

Com base nesses princípios, muitas pessoas acham que não precisam ser membros de uma instituição religiosa e congregar, visto que a igreja de Cristo é a própria pessoa que crê e não um templo edificado por mãos humanas, como diz na Palavra: “O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Nem tampouco é servido por mãos de homens” (At 17.24).

 

Isso não quer dizer que não precisamos congregar! Sempre existiu um local específico, para cultuar a Deus, para estudo da Palavra, para orar e meditar; seja num belo e grande templo ou até mesmo na varanda de uma casa; o que importa é um abrigo para a congregação se reunir. Nos tempos do Velho Testamento, existia o Templo construído por Salomão em Jerusalém. No início da igreja, tinha um local de reunião, para onde Deus levava as pessoas que iam sendo salvas: “Louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” (At 2.47). Veja que a Bíblia fala de pessoas indo para a igreja!

 

Os apóstolos pregavam nas Sinagogas dos judeus e fundaram inúmeras igrejas. Entre tantas outras, podemos citar em Jerusalém e as sete igrejas na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laudiceia (Ap 1.11); a Igreja de Antioquia (At 13); a Igreja de Deus em Corinto (1ª e 2ªCo 1.1). Igrejas da Galácia; Filipos; Colossos; Igreja dos Tessalonicenses, etc. 

 

Pessoas também acham que não precisam de pastor, visto que Jesus é o Pastor das ovelhas. Mas Jesus, também chama pastores para batizar e apascentar as suas ovelhas. E as ovelhas devem respeitar e honrar os seus pastores, que lhes ensinam as doutrinas do evangelho de Cristo: “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver” (Hb 13.7).

 

A ovelha deve obedecer, e não ser um peso para o pastor, para que ele cuide com alegria e não com tristeza daqueles a quem ele vai dar conta à Jesus: “Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil” (Hb 13.17). Senhor Deus... Abençoe os pastores. Em nome de Jesus. Amém!

Fonte: Eloir Vieira