19/05/2022 08:28

Voo de brasileiro para o espaço é adiado após revisão da nave; não há nova data

Blue Origin, a empresa de turismo espacial do bilionário Jeff Bezos, disse que "um do sistemas de backup" do foguete "não estava atendendo as expectativas de desempenho"

Foguete "New Shepard", da empresa Blue Origin.

A Blue Origin anunciou que a próxima viagem espacial da empresa, inicialmente prevista para a manhã desta sexta-feira (20), foi adiada após um revisão na nave. Não há nova data para o voo.

A empresa de turismo espacial do bilionário Jeff Bezos levaria o engenheiro mineiro Victor Correa Hespanha entre os tripulantes, que pode se tornar o 2º brasileiro a realizar uma viagem ao espaço.

De acordo com a Blue Origin, durante as últimas revisões do foguete New Shepard foi observado que um dos “sistemas de backup” não estava “atendendo às expectativas de desempenho”.

“Com muita cautela, adiaremos o lançamento do NS-21 originalmente programado para esta sexta-feira. Fique ligado para mais atualizações”, escreveu a empresa em comunicado, sem explicitar uma nova data para o lançamento.

O voo NS-21

A empresa Blue Origin divulgou, no dia 13 de maio, a próxima viagem espacial da nave New Shepard. A previsão era de que seis tripulantes iriam até a borda do espaço no dia 20 de maio, incluindo o engenheiro mineiro Victor Correa Hespanha, que pode se tornar o 2º brasileiro a realizar uma viagem espacial.

A empresa divulgou também o emblema oficial da viagem, que conta com elementos vindos de cada um dos tripulantes. No caso de Hespanha, o formato de um diamante com um círculo representa “a bandeira do Brasil em homenagem às origens de Victor Hespanha”, declarou a empresa.

Victor foi sorteado após investir no Gen-1, ativo da Crypto Space Agency.

Em nota, o engenheiro afirmou que esta foi a primeira vez que ele investiu em criptomoedas e em NFTs. “Comprei pensando no potencial de valorização, nunca imaginei que seria sorteado. Estou realizando um sonho de criança por meio de um NFT, a ficha ainda está caindo”, declarou.

A Crypto Space Agency afirmou, em nota, que “disponibilizou 5.555 Gen-1 no mercado e prevê mais voos espaciais”.

O voo será o quinto tripulado do New Shepard, foguete da Blue Origin, e contará com mais cinco tripulantes além de Victor: o americano Evan Dick, que já integrou missão da New Shepard em dezembro de 2021; Katya Echazarreta, que se tornará a primeira mulher mexicana a ir para o espaço; Hamish Harding, empresário e piloto de aviões comerciais; e Jaison Robinson e Victor Vescovo, dois investidores.

“Não venderia o ticket sorteado”

À CNN, Victor disse que está vivendo um sonho. “Eu estou muito feliz, vivendo um sonho. É um sonho de infância. Todo brasileiro sonha em ser jogador de futebol ou ser astronauta e eu estou realizando o sonho de ir ao espaço”, afirmou.

Questionado se ele venderia o ticket caso haja alguma proposta, Victor disse: “sonho não se vende. Eu estou representando o sonho de mais de 200 milhões de brasileiros e outras pessoas no mundo”.

O engenheiro sucederá o ex-ministro Marcos Pontes, do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações, que esteve na Espação Espacial Internacional em 2006.

 

Fonte: CNN BRASIL