30/09/2019 16:00

Cientistas descobrem planeta gigante ‘que não deveria existir’

O mundo gasoso e sua estrela estão a cerca de 30 anos-luz da Terra
Direito de imagemUNIVERSITY OF BERNImage captionO mundo gasoso e sua estrela estão a cerca de 30 anos-luz da Terra

Os astrônomos descobriram um planeta gigante que, segundo eles, não deveria existir, de acordo com as teorias atuais.

O planeta, semelhante a Júpiter, é extraordinariamente grande em comparação com sua estrela-mãe, contradizendo um conceito amplamente aceito sobre a forma como os planetas se formam.

A estrela, que fica a 284 trilhões de quilômetros de distância, é uma anã vermelha do tipo M - o mais comum em nossa galáxia.

Uma equipe internacional de astrônomos relatou suas descobertas na revista Science.

"É emocionante, porque há muito tempo nos perguntamos se planetas gigantes como Júpiter e Saturno podem se formar em torno de estrelas tão pequenas", diz Peter Wheatley, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, que não participou do estudo mais recente.

Fonte: BBC Brasil