18/01/2020 09:04

Donos de Corolla e Onix Plus com engate estão tendo problema com a polícia

Is allowance instantly strangers applauded
Foto: Quatro Rodas

Comprou um Toyota Corolla ou um Chevrolet Onix Plus e já pensou em colocar engate para transportar reboques?

É normal ver um veículo rodando com engate traseiro aqui no Brasil. Às vezes ele é utilizado apenas como acessório ou, então, como um equipamento que, os condutores acreditam, dará maior proteção em caso de batida (algo que, frisemos, é proibido por lei). Seu real objetivo, porém, é aproveitar o máximo da capacidade de carga do veículo.

Porém, segundo a Resolução 197/06 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), só podem tracionar reboques os veículos que tiverem a capacidade máxima de tração declarada pelo fabricante ou importador. Isso vale para qualquer automóvel ou comercial leve cujo peso bruto total não supere 3.500 kg.

Essa informação pode ser encontrada no manual do proprietário, e é aqui que iniciamos a saga dos desavisados proprietários de Onix Plus e Corolla (penúltima geração, fabricada entre 2014 e 2019). Isso porque ambos possuem uma característica comum: não permitem transportar reboque de nenhum tipo ou peso, caso contrário estão passíveis de penalização com multa e até apreensão do veículo.

Relatos do tipo estão ficando frequentes em grupos de donos de Corolla e Onix Plus nas redes sociais. No caso do Corolla ano-modelo 2015 a 2019, além de haver o aviso para não instalação no manual, a capacidade máxima de rebocamento é explicitamente colocada como de 0 kg.

Já a Chevrolet não divulga a capacidade de reboque do Onix Plus no manual, embora avise que o carro não está preparado para receber engate.

Dessa forma, o proprietário que tiver o engate instalado pode, sim, ser multado por agentes de trânsito, pois a resolução nº 197 diz que “só podem tracionar reboques os veículos que tiverem a capacidade máxima de tração declarada pelo fabricante”.

Ainda, a resolução é iniciada com o seguinte artigo: “Esta resolução aplica-se aos veículos de até 3.500kg de PBT, que possuam capacidade de tracionar reboques declarada pelo fabricante ou importador, e que não possuam engate de reboque como equipamento original de fábrica”, descartando veículos sem capacidade de reboque como elegíveis a receber engate.

>> Clique aqui para conferir a lista de alguns veículos autorizados a receber engate.

 

Fonte: Grupo A Gazeta com informações da Revista Quatro Rodas