27/05/2022 16:32

Ação do Governo permite a empresas de MS descoberta de oportunidades de negócios no projeto da Suzano

Is allowance instantly strangers applauded

Ao menos 200 micro e pequenos empresários dos municípios de Água Clara, Campo Grande, Inocência, Ribas do Rio Pardo e Três Lagoas, conheceram na manhã desta sexta-feira (27) as oportunidade de negócios que serão proporcionadas durante e após a obra da nova fábrica de celulose da Suzano, em Ribas do Rio Pardo. Isso, graças à ação do Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), durante o evento Empreendedores do Cerrado, realizado em parceria com o Sebrae-MS e Fiems.

“Esse é um evento extremamente importante para Mato Grosso do Sul, que é o encadeamento produtivo da fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo, realizado por meio do Propeq Dinamiza, que é o nosso Programa Estadual de Apoio aos Pequenos Negócios”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Durante o evento, a Suzano apresentou as oportunidades de negócios nas áreas industrial, florestal e de serviços, a fim de orientar e capacitar os empresários participantes para que, posteriormente, possam ser fornecedores ou prestadores de serviço da Suzano, seja na fase de obras da nova fábrica de celulose em Ribas do Rio Pardo, seja nas necessidades do pós-instalação e pleno funcionamento.

“Esse é mais um trabalho importante do Governo do Estado. Quando nós concedemos o incentivo fiscal às empresas, estabelecemos alguns acordos, como o fato de priorizar a aquisição de produtos e serviços locais, mas para efetivar isso nós precisamos oferecer informação e capacitação, como nesse evento. A ideia é que todos cresçam juntos e aproveitem essa oportunidade dada pelo maior investimento privado do país”, disse o titular da Semagro.

Durante o Empreendedores do Cerrado as empresas participantes se inscreveram no Semear (Programa de Desenvolvimento e Capacitação de Micro e Pequenos Fornecedores), realizado pela Fiems, em parceria com o Sebrae/MS. Agora, a Suzano, vai capacitá-las.  Pelo Sebrae, esta edição do Semear foi viabilizada no âmbito do programa Propeq Dinamiza – uma parceria com o Governo do Estado, que visa acelerar a criação de um ambiente favorável para a geração de negócios, mediante a articulação de cadeias produtivas no Mato Grosso do Sul. Ao todo, o Propeq Dinamiza irá custear 70% da iniciativa.

“Fazemos essa alocação dos recursos para a capacitação entendendo que muitos perdem oportunidades por não terem qualificação para atender padrões. Temos experiências anteriores que comprovam isso. Essa parceria ajudará a encaixar o encadeamento produtivo em municípios estratégicos para o Mato Grosso do Sul”, finalizou Jaime Verruck.

Segundo o diretor de Engenharia da Suzano responsável pela construção do empreendimento em Ribas do Rio Pardo, Maurício Miranda, a indústria reafirma o compromisso com o desenvolvimento da cadeia econômica local, em especial os pequenos negócios. “Por meio dessas e outras ações, e com um olhar sustentável em tudo o que fazemos, ajudamos a gerar maior valor à rede de fornecedores locais. Quando contratamos serviços e adquirimos produtos, também damos prioridade a eles pensando nesse compromisso com a região onde operamos”, explicou.

O secretário Jaime Verruck, no evento do Propeq Dinamiza, realizado no auditório da Fiems

Qualificação de fornecedores

O foco do curso será a qualificação de fornecedores. Caberá a Suzano ministrar temas sobre responsabilidade socioambiental e gerenciamento de dados empresariais para ser um fornecedor da companhia, por exemplo. Já o Sebrae cuidará de assuntos ligados à gestão empresarial, como: diagnóstico da empresa, gestão de finanças e regularização de cadastro. “Vamos auxiliar a micro e pequena empresa a saber em que ela pode melhorar seu produto ou serviço, a organizar sua documentação e fazer um melhor controle de seu negócio para que esteja pronta para atender qualquer empresa de grande porte. Estamos abrindo uma porta, dando uma ótima oportunidade para todas as participantes”, comentou Cláudio Mendonça, diretor-superintendente do Sebrae/MS.

A previsão é que as capacitações sejam iniciadas após o dia 20 de junho e realizadas presencialmente e a distância, de forma híbrida. Todos os empreendedores sairão certificados quanto às normas internacionais para atender grandes empresas.

A Fiems não somente sediou o Empreendedores do Cerrado, como também apoia a iniciativa. Representante do presidente da Federação, Sérgio Longen, o chefe de gabinete da instituição, Robson Del Casale, declarou que a qualificação vai gerar, em consequência, oportunidades em todo o segmento industrial e economia de Mato Grosso do Sul.

“A Fiems está sempre de portas abertas para discutirmos o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Esse investimento da Suzano em Ribas do Rio Pardo gera milhares de outras oportunidades, que precisam estar bem estabilizadas e coordenadas e é isso que estamos discutindo, como preparar o pequeno e médio empreendedor para oferecer seus serviços para uma grande empresa. É assim que a gente consegue estruturar o desenvolvimento local aqui no nosso Estado. É um evento importante e que, no final das contas, gera emprego”, finalizou Robson Del Casale.

Também presente no evento, o prefeito de Ribas do Rio Pardo, Joao Alfredo Danieze, destacou que o município vive uma euforia. “Tenho dito que temos dois canteiros de obra, um na Suzano e um dentro da cidade. Estamos crescendo e atraindo diversos empreendimentos. Todos são bem-vindos, mas é necessário que eles se estruturem. Com certeza precisaremos de fornecedores qualificados para atender não apenas a nova fábrica, como outras empresas que estão se instalando na nossa cidade. Por isso o Sistema S, por meio do Sistema Fiems e do Sebrae, tem sido fundamental para esse processo que estamos vivendo”, finalizou.

Marcelo Armôa, Semagro - Com informações da Fiems e Sebrae
Fotos: Divulgação

 

Fonte: Assessoria Governo do MS