19/01/2021 09:08

Beneficiários da Agehab podem emitir boleto via aplicativo

Boletos habitacionais da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul podem ser emitidos também via aplicativo MS Digital. A opção de boleto online já estava disponível no site da agência, e a extensão para o aplicativo amplia as ferramentas disponíveis para o beneficiário.

Para gerar o documento basta acessar o ícone “Boleto Habitacional” dentro do app, e informar dados como CPF, data de nascimento e número de contrato. Na sequência o sistema dará a opção de emissão do boleto em PDF. Informações como valor da dívida e quantidade de parcelas a serem pagas também ficam disponíveis permitindo que o beneficiário tenha acesso às informações sem sair de casa.

Para a diretora presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez, o sistema desburocratiza o atendimento ao público. “Temos uma grande demanda de atendimento e a emissão do boleto de forma digital é uma opção que agiliza o nosso processo e facilita o acesso pelo proprietário do imóvel de forma simples pelo computador ou até mesmo pelo celular”.

Com a pandemia diversos serviços migraram para o mundo digital, possibilitando segurança e praticidade a população. Com essa mesma finalidade nasceu o aplicativo sul-mato-grossense que até o momento reúne 80 serviços públicos.

O aplicativo

Disponível nas lojas virtuais multiplataforma, o MS Digital foi desenvolvido para reunir o máximo de serviços públicos ocupando pouco espaço nos aparelhos celulares. A ferramenta ocupa apenas 32 MB de armazenamento nos aparelhos telefônicos.

Desenvolvido pela Superintendência de Gestão da Informação (SGI), o MS Digital conta com 80 serviços ativos e 16 mil usuários cadastrados. De acordo com o coordenador de sistema de informação e conteúdo, Sandro Chacha, desde seu lançamento a ferramenta passa por aprimoramento contínuo e não há um limite de serviços a serem disponibilizados na plataforma, desde que simplifiquem a vida do cidadão sul-mato-grossense.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

 

Fonte: Assessoria Governo do MS