01/02/2019 01:01

Deputados eleitos tomam posse hoje na AL/MS

Senadores e deputados federais também serão empossados em Brasília

Deputados estaduais eleitos nas últimas eleições, no ano passado, tomarão posse nos cargos nesta sexta-feira (1º), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, no Plenário Deputado Júlio Maia, em Campo Grande, a partir das 9h.

A sessão será presidida pelo deputado Ovevan de Matos (PSDB), atual vice-presidente da Mesa Diretora e reeleitos no último pleito, conforme determina o regulamento interno, de que a sessão deve ser comandada pelo último presidente da Casa, se reeleito, e na sua falta, o que tenha exercido mais recentecemente, em caráter efetivo, a presidência ou 1ª, 2ª ou 3ª vice-presidência, e assim sucessivamente.

Logo após a posse, que contará com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), será realizada uma sessão extraordinária para a escolha dos integrantes da próxima Mesa Diretora da Casa de Leis.

O deputado Paulo Corrêa (PSDB) é nome praticamente confirmado para assumir a presidência, ele tem 22 votos dos 24 deputados.

Dos 24 parlamentares, 13 foram reconduzidos ao cargo, nove terão o primeiro mandato e dois retornarão ao Legislativo estadual.

EM BRASÍLIA

No mesmo dia, tomam posse em Brasília os deputados federais, a partir das 10h, em sessão no Plenário Ulysses Guimarães. De Mato Grosso do Sul, oito parlamentares assumem a cadeira na Câmara dos Deputados. São eles: Rose Modesto (PSDB), Beto Pereira (PSDB), Fábio Trad (PSD), Tio Trutis (PSL), Vander Loubet (PT), Luiz Ovando (PSL), Dagoberto Nogueira (PDT) e Tereza Cristina.

No caso de Tereza Cristina, como já foi diplomada em dezembro do ano passado em Campo Grande como parlamentar, ela precisará se licenciar do ministério por três dias, para ser empossada como deputada. Ela participa da eleição da mesa diretora e volta ao ministério no dia 4 de fevereiro. A primeira suplente, Bia Cavassa (PSDB), deve assumir a cadeira deixada pela ministra no Congresso Nacional.

No mesmo dia, os senadores serão empossados. Essa legislatura é a de maior renovação desde a redemocratização. Das 54 cadeiras que estiveram em disputa nas últimas eleições, 46 serão ocupadas por novos nomes – uma renovação de mais de 85%. A cerimônia ocorre às 15h. Em seguida, será realizada sessão para a eleição dos cargos da mesa do Senado.

Depois da posse dos novos senadores, há um intervalo para começar a segunda reunião preparatória. A expectativa é de que ela se inicie por volta das 18h. 

Fonte: Correio do Estado